terça-feira, 31 de janeiro de 2017

David Jon Gilmour


David Jon Gilmour, CBE (born 6 March 1946) is an English singer, songwriter, composer, multi-instrumentalist, and record producer. He joined the progressive rock band Pink Floyd as guitarist and co-lead vocalist in 1968, effectively as a replacement for founder Syd Barrett, who left the band shortly afterwards. Pink Floyd subsequently achieved international success with the concept albums The Dark Side of the Moon, Wish You Were Here, Animals, and The Wall. By the early 1980s, they had become one of the most critically acclaimed and best-selling acts in the history of popular music; it was estimated that by 2012 the band had sold over 250 million records worldwide, including 75 million units sold in the United States. Following the departure of another founder member, Roger Waters, Gilmour assumed leadership of Pink Floyd in 1985.

In addition to his work with Pink Floyd, Gilmour has produced a variety of artists, for example the Dream Academy, and has had a solo career which has included four studio albums: David Gilmour, About Face, On an Island, and Rattle That Lock. As a member of Pink Floyd, he was inducted into the US Rock and Roll Hall of Fame in 1996, and the UK Music Hall of Fame in 2005. In 2005, Gilmour was made a Commander of the Order of the British Empire (CBE) for his services to music. He was awarded with the Outstanding Contribution title at the 2008 Q Awards. In 2011, Rolling Stone magazine ranked him number 14 in their list of the greatest guitarists of all time. Additionally, Gilmour was voted number 36 in the greatest voices in rock by Planet Rock listeners in 2009.

He has taken part in projects to promote international charities related to such subjects as animal rights, homelessness, poverty, environmentalism, wildlife conservation, human rights, and music therapy. He has married twice and is the father of eight children.



















David Gilmour - acoustic, electric, &a slide guitar 
Michael Kamen - piano and cor anglais 
Chucho Merchan - double bass 
Caroline Dale - cello 
Dick Parry - saxophone 
Neill MacColl - acoustic guitar 
Nic France - percussion 
Gospel Choir led by Sam Brown 












September 5, 2015
Brighton Centre, Brighton

David Gilmour - guitar, vocals
Phil Manzanera – guitar
Guy Pratt – bass
Jon Carin – keyboards, guitar
Stevie DiStanislao – drums, percussion
Kevin McAlea – keyboards
Theo Travis – saxes, clarinet
Bryan Chambers - backing vocals
Louise Marshall – backing vocals



segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Abada - Berimbau & Viola


Berimbau e Viola

O cd Berimbau e Viola tem como objetivo resgatar a tradição da viola caipira e levar um pouco do sentimento das cordas da viola para o mundo da capoeira. Também busca levar aos violeiros um pouco da energia da capoeira, fazendo o casamento da viola com o berimbau.

Mestre Camisa foi quem começou a desenvolver esse trabalho no CEMB - Centro Educacional Mestre Bimba, situado na cidade de Itaboraí - RJ, juntamente com Laurindo, um velho violeiro da região, que infelizmente, faleceu antes da conclusão do projeto.

Como capoeirista e também violeiro, o instrutor Trinca conversou com Mestre Camisa e resolveram dar continuidade ao projeto.

A viola sempre fez parte do universo da Capoeira desde os tempos de Mestre Bimba que também era violeiro, não da viola caipira, as da viola Machete. Foram necessários alguns meses de pesquisa para fazer o casamento dos toques de berimbau com os da viola caipira. Eles tentaram fazer de uma forma onde ambos não perdessem seus fundamentos, características e tradições.

Espera-se que esse cd chegue aos capoeiristas levando um pouco da simplicidade, sinceridade e sentimento do sertão, e aos violeiros, levando um pouco da energia, malícia, e a força da capoeira. Este cd, também é uma homenagem a grandes violeiros como Ti]ao Carreiro, Pardinho, João Mulato, Bambico, Índio Cachoeira, Pardal, Cacique, Pajé, Ronaldo Viola, Carreirinho e a todos os violeiros deste nosso pais tão rico culturalmente.



Achtzehn Karat Gold - Krautrock


Banda formada por membros do Amon Düül II, Motherhood e Embryo, lançaram "All Bumm" em 1973. Achtzehn Karat Gold ou 18 Karat Gold.

Jörg Evers - guitar
Keith Forsey - drums
Klaus Ebert - guitar
Lothar Meid - bass

14 BIS - Rock de Minas


14 Bis é uma banda vocal/instrumental brasileira que surgiu em Belo Horizonte, Minas Gerais, criada pelos irmãos Flávio e Cláudio Venturini, Hely Rodrigues, Vermelho e Sérgio Magrão. O 14 Bis foi criado no final do ano de 1979 por músicos que já se conheciam e alimentavam a ideia de ter uma banda brasileira nos moldes de bandas internacionais que tanto influenciaram seus integrantes como Beatles, Rolling Stones, The Who, Deep Purple, Yes, Led Zeppelin, Pink Floyd entre outras. Foram também influenciados pelo Clube da Esquina. Todos os membros são de Minas Gerais, exceto Sérgio Magrão, baixista do grupo, que é do Rio de Janeiro. Antes da fundação do 14 Bis, cada membro trabalhava junto a um grupo ou artista diferente. Flávio e Sérgio estavam no O Terço, Hely e Vermelho no Bendegó e Cláudio com Lô Borges. Foi com o aval de Milton Nascimento (produtor do primeiro disco) que o 14 Bis foi contratado pela multinacional EMI-Odeon para gravar 14 Bis, com canções como "Natural" e "Canção da América", esta uma inédita de Milton Nascimento e Fernando Brant. No ano seguinte, foi lançado o disco 14 Bis II. Neste disco havia músicas como "Planeta Sonho", "Nova Manhã", "Caçador de Mim", "Bola de Meia, Bola de Gude" entre outras. Em 1981, foi lançado Espelho das Águas, disco com mais uma inédita de Milton e Brant, "Nos Bailes da Vida". O ano de 1982 veio com Além Paraíso, gravado depois de uma viagem aos EUA onde a banda comprou o melhor equipamento existente à época. 


O hit foi "Linda Juventude". Em 1983 saiu A Idade da Luz, quinto disco em menos de cinco anos, com mais um hit, "Todo Azul do Mar". Aí veio o sexto disco onde o 14 Bis experimenta e flerta com a new age (movimento musical britânico). Novas parcerias musicais e estéticas mostram que A Nave Vai, lançado em 1985, é multifacetado desde a capa ao conteúdo. Canções como "Nuvens", blues como "Figura Rara" e a new age "Outras Dimensões" traduzem a inquietude musical e a busca incessante do novo pelos seus integrantes. O sétimo disco é o último disco de canções inéditas composto e gravado com a formação original da banda e marca a saída de Flávio Venturini do 14 Bis para a melhor condução de uma carreira solo que já havia rendido dois discos paralelos ao trabalho da banda. A parceria com Renato Russo em "Mais uma Vez" é um sucesso desse trabalho. Naquele mesmo ano de 1987, foi gravado o primeiro disco ao vivo do 14 Bis, 14 Bis ao Vivo, ainda com a formação original. Já nos anos 90 o 14 Bis lança Quatro por Quatro, disco raro no mercado que apresenta músicas como "Romance", "O Fogo do teu Olhar", "Dona de Mim" entre outras. Foi o primeiro a ser gravado no formato CD. 



Os trabalhos anteriores haviam sido gravados em discos de vinil e fitas cassete, mas foram relançados em CD pela EMI. O único disco que não foi editado em CD é o Sete (1987). O décimo disco é também o primeiro gravado fora do Brasil, Siga o Sol foi quase todo gravado e mixado em Nova Iorque. No final nos anos 90 a banda grava o CD Bis apresentando sucessos da banda no formato acústico e também canções inéditas como "Sonhando o Futuro". Em 2000 a banda grava com o grupo Boca Livre um trabalho ao vivo, Boca Livre e 14 Bis Ao Vivo, com clássicos das duas bandas. Em 2004 o 14 Bis lança mais um disco de músicas inéditas, Outros Planos, no qual a banda mostra novas parcerias e músicas como "Outono", "Canções de Guerra" e "Constelações", entre outras. O trabalho mais recente[quando?] é o CD e DVD 14 Bis ao vivo, primeiro DVD da banda contendo seus grandes sucessos e trazendo a participação de Flávio Venturini, Beto Guedes, Rogério Flausino e Marcus Viana. Atualmente o grupo vem excursionando por todo o Brasil com os shows Encontro Marcado, ao lado de Flávio Venturini e da dupla Sá e Guarabyra, e a turnê comemorativa de 35 anos de carreira. Os planos para o futuro breve é registro do Encontro em CD e DVD, e o relançamento do CD Outros Planos, de 2004, com a adição de duas canções inéditas.
Mais informações: (http://14bis.com.br/)






Lester Butler - Harmonica Blues


Lester Butler (November 12, 1959 – May 9, 1998) was an American blues harmonica player and singer. He achieved fame as the singer and harmonica player for the Los Angeles, California, based blues roots band, The Red Devils. The Red Devils (originally known as The Blue Shadows) released one album, 1992's King King. It was produced by Rick Rubin on his Def American record label. The group featured drummer Bill Bateman (The Blasters), Dave Lee Bartel on guitar, Paul Size on lead guitar, Johnny Ray Bartel on bass, and pianist Gene Taylor. The Red Devils recorded 22 tracks with Mick Jagger in June 1992, produced by Rubin, though the tracks were not issued at the time (they have since cropped up on various bootlegs, and one track was officially released on a Mick Jagger compilation on Rhino Records in 2007). The band also backed actor and sometime musician Bruce Willis, when the action star performed at his Planet Hollywood clubs. 


The Devils also backed Johnny Cash on music that was not released until the country singer's death, on the boxed set Unearthed. Butler also played on Rancid's 1998 album Life Won't Wait. After the breakup of The Red Devils, Butler also fronted the band, 13, releasing one self-titled record on Hightone Records in 1997. The original members of 13 included Kid Ramos on guitar, James Intveld on bass, and Johnny Morgan on drums. The recorded release of 13 on Hightone Records and produced by Warren Croyle features Stephen Hodges and Johnny Morgan on drums, Tom Leavey and James Moore on bass, Andy Kaulkin on keyboards, Alex Schultz, Smokey Hormel, Paul Bryant, and Doug Hamlin on guitar. Butler achieved his greatest fame in Europe, especially the Netherlands, where the Lester Butler Tribute Band still performs. Butler died of an overdose of heroin and cocaine on May 9, 1998, in Los Angeles at the age of 38. Two of his friends were convicted in his death of involuntary manslaughter.






domingo, 29 de janeiro de 2017

10 cc - ROCK


10cc foi uma banda britânica de art rock famosa na década de 1970. A banda era inicialmente formado por quatro músicos que já tinham composições em parceria e que gravaram juntos por cerca de três anos até assumirem o nome "10cc" em 1972. Em 1975, a banda atingiu o seu maior sucesso com a canção I'm Not in Love além de outros hits como: Silly Love, Wall Street Shuffle e Dreadlock Holiday. Desde 1999, Gouldman tem feito uma turnê com uma versão da banda formada por Rick Fenn, Paul Burgess, Mick Wilson, Mike Stevens e/ou Keith Hayman, com aparições ocasionais convidado por Kevin Godley. A banda lançou duas turnês nacionais no Reino Unido e Europa, tocando os sucessos do 10cc, além de composições de Gouldman que foram sucessos na voz de outros artistas.









Banda:
Graham Gouldman
Eric Stewart
Kevin Godley
Lol Creme

9 Lazy 9 - Italian Acid Jazz


9 Lazy 9 is an Italian-based acid jazz/downtempo group on the Ninja Tune label. The group consists of Keir Fraserello, James Braddell (also of Funki Porcini and performing here under the guise of Giacomo Braddellini), with Gianluca Petrella playing trombone, Mishael Levron on guitar, Manù Bandettini playing flute and Adriano Tirelli on bassoon.






4 Non Blondes


4 Non Blondes foi uma banda de rock alternativo americana formada em 1989 em São Francisco, com Linda Perry (vocal), Roger Rocha (guitarra), Christa Hillhouse (baixo), Dawn Richardson (bateria). Elas achavam que o fato de nenhuma ser loira era algo peculiar, assim nomearam-se "Quatro Não-Loiras" (4 Non Blondes). Seu único álbum, Bigger, Better, Faster, More! (1992), recebeu o prêmio de melhor álbum, vendendo cerca de seis mihões de cópias em todo o mundo. O single "What's Up?", um dos maiores hits da década de 90, recebeu o prêmio de melhor música de Bay Area, e Linda Perry foi eleita como a melhor cantora do ano. O sucesso da banda levou Perry a deixar o grupo, considerando-o muito pop. Ela seguiu carreira solo e lançou dois álbuns: In Flight (1995) e After Hours (1998), sem muito sucesso. Como produtora, Perry trabalhou com cantoras famosas como Pink e Christina Aguilera.






Joan Armatrading - Great Voice from England...


Joan Anita Barbara Armatrading, MBE is a British singer-songwriter and guitarist. As a three-time Grammy Award-nominee, Armatrading was nominated twice for BRIT Awards as Best Female Artist. She also received an Ivor Novello Award for Outstanding Contemporary Song Collection in 1996. In a recording career spanning 40 years, Armatrading has released 18 studio albums, as well as several live albums and compilations. Armatrading possesses the vocal range of a contralto. Her music is considered to be mostly pop with forays into rock, folk, jazz, blues, soul, and reggae.





sábado, 28 de janeiro de 2017

Gentle Giant - Prog ROCK!!!!

Gentle Giant foi uma das grandes bandas de rock progressivo da década de 1970. Apesar de não conseguir o mesmo reconhecimento de bandas contemporâneas, alcançou certo prestígio de crítica e de público, sendo o suficiente para angariar legiões de fãs espalhadas pelo mundo. A banda foi formada pelos três irmãos Shulman (Phil, Derek e Ray), todos ex-integrantes da banda britânica pop/soul/psicodélica Simon Dupree and the Big Sound, formada em 1966. No início, tocaram por toda a Inglaterra durante quatro anos, sendo bem recebidos pelas rádios e televisão. Lançaram um álbum com um compacto no top 5 da parada britânica, mas sem deixar uma impressão indelével na cena musical britânica. Pelo final de 1969, os Shulmans terminaram a Simon Dupree e lançaram seus olhares sobre o crescente fascínio do meio musical por uma música mais criativa, inteligente e complexa que viria a ser chamada de rock progressivo. No DVD Giant on the Box, o grupo tem o seu estilo definido como Baroque & Roll1 .


No início de 1970, eles formaram o Gentle Giant junto com Martin Smith, Kerry Minnear e Gary Green. O novo grupo começou a fazer um som mais aventureiro, desafiante e distinto de tudo o que se conhecia em termos de música. Características marcantes do grupo incluíam vocais múltiplos e dessincronizados, pouco comuns em sua época (vide outras em Atributos musicais). Compara-se a inovação do Gentle Giant para o rock progressivo com a que os Beatles representaram para o rock na década anterior. Tinham como influências musicais rock, jazz, música clássica, avant-garde, blues, folk e música medieval inglesa.
A música do Gentle Giant possuía vários aspectos em comum a outras bandas de rock progressivo da época e outros que a diferenciava, acrescentando características únicas a essa banda:
1 Álbuns conceituais.
2  Rápidas mudanças no tempo.
3 Compassos diversificados dentro duma mesma canção, a maioria dos quais considerada de alta complexidade.
4 Melodias complexas e extensivamente elaboradas, com harmonias frequentemente contrastando devido à dissonância.
5 Vasto uso de instrumentos musicais não convencionais, como instrumentos medievais e renascentistas (Clavicórdio, Cravo, Alaúde, Harpa...) e até mesmo criados pelos próprios membros (como o "Shulberry", inventado por Derek Shulman).
6 Estruturas musicais contrapontísticas tipicamente associadas à música erudita clássica, como fugas e madrigais, e música erudita contemporânea atonal do começo do século XX.
7 Letras complexas, recheadas de conteúdo altamente conotativo, de difícil interpretação e compreensão, por vezes fantásticas, muitas delas fazendo referências a livros, como os do autor francês François Rabelais (escritor prestigiado por alguns membros da banda).
8 Todos os membros da banda eram multi-instrumentistas, uma qualidade ímpar e memorável do conjunto.

A seguir alguns álbuns:





Resultado de imagem para gentle giant 1980 civilian


Divirtam-se!!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...