sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Judas Priest - The Metal Gods


A banda Judas Priest pode ser considerada uma das precursoras do heavy metal moderno sendo um dos grupos mais influentes do metal dos anos 70. Tratou-se da primeira banda a unir o peso e temática violenta criados pelo Black Sabbath à velocidade de alguns grupos de rock como o Deep Purple, adicionaram uma frente de ataque com duas guitarras e também foram os responsáveis pela retirada do blues característico de grupos de hard rock britânico dos anos 70 formado pela tríade Led Zeppelin, Black Sabbath e Deep Purple. Foram também responsáveis pela adoção das roupas de couro com adereços de metal cromados e correntes advindos do punk rock entre os apreciadores de rock.


Formada originalmente por Al Atkins (vocalista), K.K. Downing (guitarrista), Ian Hill (baixista) e John Ellis (baterista). O nome Judas Priest (baseado no nome de uma música de Bob Dylan, The Ballad Of Frankie Lee And Judas Priest) já havia sido usado por uma banda anterior de Atkins e Ellis, que logo sairiam da nova formação, dando lugar a Rob Halford (vocalista) e John Hinch (baterista) que tinham tocado na banda Hiroshima. Mais tarde se juntou à banda mais um guitarrista, Glenn Tipton (as guitarras dobradas seriam mais uma marca a ser imitada entre as bandas de heavy metal inglesas que se seguiram). Durante anos, lançando discos por selos locais, a banda não conseguiu sair do underground (a sonoridade era realmente má), mas conseguiu juntar uma legião de seguidores e outras bandas que copiavam seu estilo.


Uma grande banda de Heavy Metal que fez história e ainda está na ativa, tendo lançado um álbum em 2014.





Rocka Rolla é o álbum de estreia da banda Judas Priest, lançado a 6 de Setembro de 1974. Resolvemos incluí-lo no post, graças ao comentário de Saddam "...Hard rock de primeira qualidade! E é um disco até ignorado... O Rocka Rolla é uma obra prima ignorada. Uma pena!..."




Sad Wings of Destiny em 1976, disco bem participativo por Rob Halford, que teve boa repercussão pela crítica mas foi o último gravado pela Gull Records. Foi devido à falta de apoio por parte da Gull Records que levou a banda a assinar contrato com a Columbia Records. Logo de seguida a banda perdeu todos os direitos em relação aos dois primeiros discos, bem como todas as demos até aí gravadas. Mesmo tendo sido lançado em 1976 e ser apenas o 2º álbum de estúdio dos Metal Gods, Sad Wings of Destiny é até hoje eleito por muitos como o melhor trabalho da banda. Foi talvez um dos mais pesados já realizados pelo Judas Priest, foi o grande passo para a entrada da banda no mundo 100% do Heavy Metal, marcando um grande avanço e transição de estilo do primeiro álbum, estilo que a banda seguiu e aprimorou durante toda a década de 70, foi um disco que marcou época, eleito também um dos mais influentes do estilo, e que inspiraram várias outras bandas. O vocal de Rob Halford talvez tenha sido o melhor de todos nesse álbum, sua voz marcante começa a ganhar tom nesse trabalho, onde fica claro a grande "familiaridade" entre todos os integrantes. Grandes faixas foram produzidas e que marcariam a história do Heavy Metal, Tyrant, Island of Domination, The Ripper, Dreamer Deceiver, entre outras. E é claro a maior e melhor faixa de todo o disco, que posteriormente se tornaria um hino do estilo, Victim of Changes, mostra toda a habilidade e capacidade do Judas, não tão evidenciada no álbum anterior, a voz do deus do metal ficou simplesmente perfeita aqui.






Priest...Live! é o segundo álbum gravado ao vivo lançado em 1987. O disco tem faixas gravadas na arena The Omni, em Atlanta em 15 de Junho de 1986 e no Reunion Arena em Dallas, no dia 27 de Junho do mesmo ano. O Vhs do show foi gravado no Reunion Arena, em Dallas. Todas as faixas foram gravadas na turne de 1986 Fuel For Life, que tinha como base o álbum Turbo. Em 2002 foi reeditado uma remasterização com três faixas novas. Neste mesmo ano, foi lançado o vídeo (VHS) do show. Em 2003, o vídeo entrou para a coletânea em dvd Electric Eye, juntamente com os vídeos da banda e apresentações na BBC.








British Steel é o sexto álbum de estúdio da banda de Heavy Metal britânica Judas Priest. British Steel é tido muitas vezes como o melhor disco da banda e foi lançado durante a época do N.W.O.B.H.M. (New Wave Of British Heavy Metal) - em português: Nova Onda de Heavy Metal Britânico. Destaque para as músicas "Breaking the Law" e "Living After Midnight", que viraram verdadeiros hinos e de fácil assimilação. Nos Estados Unidos, foram premiados com disco de ouro pela RIAA em 1982, e com disco de platina em 1989. A banda gravou videoclipes para as músicas "Breaking the Law" e " Living After Midnight".






7 comentários:

  1. Hello, good people....

    Apesar de não ser meu "cup of tea" é impossível não reconhecer o valor desta
    banda, para o mundo do heavy-metal-prog.....

    Então...sem meias palavras ==> vou "fazer a cabeça" de todos:

    http://avaxhm.com/music/metal/heavy_metal/Judas-Priest-The-Complete-Albums-Collection-2012-19-CD-Box-Set.html

    neste link TODOS os endereços em mp3 ainda estão ativos!! Existem vários em flacs ok, também!!!

    ACORDEM: é a coleção COMPLETA, com TODOS os álbums oficiais remasterizados em 2012!

    Meu presente de Natal antecipado aos amigos....

    Peter Hammill - SP

    ResponderExcluir
  2. Resenha muito bem escrita. Mas, como são as coisas, minha preferência é com o primeiro álbum. Hard rock de primeira qualidade! E é um disco até ignorado... Gosto também do segundo e terceiro álbum, já mais inclinado para o heavy metal. Depois disso, ficaram heavy... depois com um pouquinho de rock de assimilação mais fácil... depois o heavy ensurdecedor do "Painkiller"(um dos que menos gosto).
    Contudo, algumas músicas são boas. "Heros' End" é minha preferida.

    Rob Halford tem um gogó de privilegiado, os dois guitarristas dão conta do recado. E O Judas fez história no rock.

    O Rocka Rolla é uma obra prima ignorada. Uma pena!
    Abraços
    Saddam, aquele que confronta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Saddam. Meu álbum preferido é o Sad Wings. Para mim é uma pequena obra prima. O British Steel embora já no formato Heavy, tem Breaking the Law, que é um clássico da minha geração, da minha adolescência.Realmente o Rocka Rolla é ignorado... Vamos tentar resolver isso!
      Abraços

      Excluir
    2. Aí, Saddam... Rocka Rolla adicionado!

      Excluir
    3. Valeu, Javanes! E acabei de ler uma resenha sobre o disco, na Wiplash. O autor disse que no disco o Judas ainda não tinha uma identidade, era influenciado por várias bandas: Deep Purple, Black Sabbath, Led Zeppelin, Pink Floyd(?!) e até Beatles(???!!!). Não concordo, e a faixa título, com apenas 3 minutos de duração, é massa. E o cara do Wiplash a comparou ao som dos Beatles. Eu, hein?

      É rocka! É rolla!

      Abraços

      Saddam, aquele que confronta

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...