sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Yngwie Malmsteen - Heavy Classical Guitar


Yngwie Malmsteen, nome artístico de Lars Johann Yngwie Lannerback nasceu em Estocolmo, Suécia, 30 de junho de 1963. Guitarrista conhecido por sua incrível velocidade e virtuosismo, teve aulas de piano e trompete e aos 5 anos ganhou seu primeiro violão. Aplicando sua intensa curiosidade e tenacidade primeiro com uma velha guitarra Mosrite e depois com uma guitarra Stratocaster, Yngwie entrou na música de bandas como Deep Purple. Sua admiração pelas influências clássicas de Ritchie Blackmore levaram-no a conhecer Bach, Vivaldi, Beethoven, Mozart e Paganini, entre outros compositores. Malmsteen detém o chamado "ouvido absoluto" que é a capacidade de distinguir notas musicais seja qual for a fonte, capacidade que poucos possuem no cenário musical. Quando tinha 7 anos adotou o sobrenome de sua mãe, Malmsteen, passou a dedicar todas as suas energias para a música e parou de ir para a escola. Na escola era sempre considerado "arrumador de problemas", brigava frequentemente e só ia bem nas matérias que realmente gostava: Inglês e Artes. Sua mãe, reconhecendo seus talentos musicais permitiu que ficasse em casa com seus discos e sua guitarra.


No começo de 1983, logo que se mudou para os EUA entrou para o Steeler, banda do qual também fazia parte o vocalista Ron Keel, gravou apenas um álbum, fez alguns shows e logo a banda encerrou as atividades, em agosto foi para o recém-formado Alcatrazz, uma banda no estilo do Rainbow e fundada por um ex-Rainbow e ex-Michael Schenker Group, o vocalista Graham Bonnet. Em julho de 84 após o fim da turnê sai da banda, apesar de ter feito nessa banda alguns dos seus melhores solos, como Jet to Jet e Hiroshima Mon Amour, ficou provado que seu trabalho ainda estava limitado e o único jeito seria seguir uma carreira solo. Em seu lugar Graham Bonnet chamou ninguém menos que Steve Vai.


Em janeiro de 1984 após uma turnê no Japão ainda com o Alcatrazz, Malmsteen recebeu uma proposta da gravadora Polydor que ficou impressionada com o talentoso guitarrista e ofereceram um contrato para gravar um álbum solo, imediatamente logo que voltou do Japão ele então entrou no Plant Estúdio em Los Angeles e começou a gravar seu álbum, como ele já tinha ideias de músicas prontas o processo foi muito rápido. O primeiro álbum solo de Yngwie, "Rising Force" saiu em 15 de março de 84, entrou nas paradas da Billboard no 60º lugar, uma ótima marca para um disco quase todo instrumental, com apenas 2 faixas cantadas. Esse álbum ganhou uma indicação para o Grammy e várias votações em revistas como "revelação", "melhor guitarrista", etc. Seus duelos com o tecladista Jens Johansson (Stratovarius) fizeram nascer um novo estilo musical: o metal neoclássico, mais tarde chamado de Baroque & Roll. O álbum foi gravado em Los Angeles e a produção foi de Malmsteen. O baterista foi o experiente Barriemore Barlow que tocou no Jethro Tull por 10 anos, o tecladista foi Jens Johansson e o vocalista foi Jeff Scott Soto que gravou apenas os vocais em uma única música no disco, o baixo foi gravado pelo próprio Malmsteen.



Seguem meus álbuns favoritos deste grande guitarrista:



Yngwie Malmsteen— Guitarras e baixo
Barriemore Barlow — Bateria
Jens Johansson — Teclado
Jeff Scott Soto — Vocais




Yngwie Malmsteen – guitarra, violão, baixo
Mark Boals – vocal
Jens Johansson – teclado, assistência no baixo de "Trilogy Suite Op. 5"
Anders Johansson – bateria






2 comentários:

  1. Sonzera, Sonzera, Sonzera...
    Valeu Java.

    ResponderExcluir
  2. Só pompa. Técnica , velocidade, mas sem emoção, e plagiando músicos eruditos.
    Gosto né, sonzera, tô é com sono...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...