quarta-feira, 30 de julho de 2014

Emerson, Lake & Palmer after ELP


Após o lançamento do excelente álbum Brain Salad Surgery (1973), o ELP parou por três anos para reinventar sua música, mas perdeu contato com a cena musical em transição. Fizeram turnês pelos Estados Unidos e Canadá em 1977 e 1978, com os álbuns “Works vol.2” e “Love Beach”, onde ocorreram certas críticas negativas da impressa e mesmo dos fãs mais incondicionais. No próximo período lançaram também inúmeras coletâneas e registros ao vivo: “Welcome back my friends to the show that never ends. Ladies and gentlemn: Emerson, Lake & Palmer” (74); “In Concert” (79) ; “Best of Emerson lake & Palmer” (80)para manter o contato direto com seu público. Mas com a expansão dos movimentos disco, punk e new wave, a banda não conseguiu mais se manter como inovadores da música. Eles terminaram a banda por conflitos pessoais.


Seu último álbum de estúdio foi Love Beach, em 1978, sendo ignorado pelo próprio trio, que admitiu que ele representava somente obrigações contratuais. Não somente a imprensa mas também os fãs consideraram que a banda estava cansada, algo que Lake admitiu em várias entrevistas. Side One consiste de várias músicas curtas, em uma tentativa de emplacar canções na cena pop. Em Side Two, Memoirs of an Officer and a Gentleman é uma narração de quatro partes da história de um soldado na Segunda Guerra Mundial, com tons de tragédia e triunfo. A capa do álbum mostrou o lado ridículo da banda, e Palmer cita que eles estavam parecendo os Bee Gees.


Em 1985, Emerson e Lake reformaram o Emerson, Lake & Palmer, e o chamaram de Emerson, Lake & Powell desta vez com o baterista de heavy metal Cozy Powell. Palmer não aceitou participar da reunião, preferindo se manter com o Asia. Rumores também ligavam Bill Bruford à nova formação, mas o ex-baterista do Yes estava com o King Crimson e seu novo grupo Earthworks. Emerson, Lake & Powell teve sucesso razoável, com o single Touch and Go gerando espaço nas rádios e na MTV. Apesar disso, a tensão já antiga entre Lake e Emerson resurgiu na turnê de 1986. Emerson e Palmer posteriormente se uniram a Robert Berry para formar a banda 3, que não obteve sucesso.

Emerson, Lake & Powell

Emerson, Palmer & Berry (3)


A formação original da banda ressurgiu em 1992, com o álbum de volta Black Moon. As turnês de 1992 e 1993 tiveram bastante sucesso, culminando com a apresentação no Wiltern Theatre em Los Angeles no início de 1993. Mas nessa época Palmer estava sofrendo da síndrome do túnel carpal enquanto que Emerson estava em tratamento por lesão por esforço repetitivo e também sofreu um acidente de moto que afetou seriamente um tendão de sua mão direita, causando perda da habilidade técnica que antes possuía. Não foi surpresa que o álbum seguinte, In the Hot Seat (1994), não tenha tido muita resposta do público e da mídia, contendo composições modestas e performance fraca de Emerson. Após sessões de fisioterapia e cirurgias, Emerson recuperou os movimentos da mão satisfatoriamente, de modo que o Emerson, Lake e Palmer pôde entrar em turnê novamente. As últimas turnês da banda foram em 1996, 1997 e 1998. Eles se apresentaram no Japão, América do Sul, Europa, Estados Unidos e Canadá. Seu último show foi em San Diego, Califórnia, em 1998. Conflitos sobre o novo álbum conduziram a um novo fim da banda. Lake insistiu em produzir o novo álbum, já que ele havia produzido todos os grandes álbuns do ELP na década de 1970. Emerson reclamava em público (pela Internet) que, apesar dele e Palmer estarem trabalhando diariamente para manter suas qualidades musicais, Lake não fazia o mesmo esforço. Cada integrante do ELP original seguiu uma carreira solo , nestes últimos anos, foram e voltaram várias vezes... Apresentamos a seguir seus trabalhos solo.



Keith Emerson:
Juntamente com seus contemporâneos Richard Wright, do Pink Floyd, Tony Banks, do Genesis, e Rick Wakeman, do Yes, Emerson é amplamente considerado um dos melhores tecladistas do rock progressivo, dono de uma tecnica muito apurada. Inclusive seu estilo agressivo de tocar piano lhe rendeu uma série de complicações nos seus punhos. Uma característica marcante das músicas de Keith Emerson são seus arranjos de rock para composições eruditas, de autores que iam desde Bach e Modest Mussorgsky até compositores do século XX como Béla Bartók, Aaron Copland e Alberto Ginastera. Emerson foi responsável pela trilha sonora de vários filmes a partir de 1980, como Inferno e World of Horror, de Dario Argento, e os filmes de 1981 Nighthawks, Genma Taisen e Godzilla: Final Wars. Ele também foi o compositor da curta série de televisão Iron Man, de 1994. Entre 1990 e 2014, Keith Emerson participou de vários projetos, e de tempos em tempos, teve recaídas, ora realizando novas versões do ELP, ora re-ativando o ELP original... Seguem alguns trabalhos:






Keith Emerson recorded several soundtracks and in 1981 he recorded his first official solo album called Honky. It was recorded in the Bahamas and 'honky' is what the local children called Keith while he was there! The pictures inside the booklet show that Emerson's stay there was primarily a holiday, so this album was recorded in a relaxed, carefree spirit.

Line-up / Musicians:
- Keith Emerson / A lot of Keyboards
- Kendall Stubbs / bass
- Neil Seymonette, Frank Scully / drums, percussion
- Mott / guitar
- Andrew Brennen / sax
- Dick Morissey / tenor sax






The Best was a short-lived supergroup featuring Keith Emerson (of Emerson, Lake & Palmer) on keyboards, John Entwistle (of The Who) on bass and vocals, Joe Walsh (Eagles, James Gang, and solo fame) on guitar and vocals, Jeff "Skunk" Baxter (Steely Dan, the Doobie Brothers) on guitar, and Simon Phillips (the Jack Bruce Band, 801, the Jeff Beck Group; later of Toto) on drums. Relative unknown Rick Livingstone sang lead vocals (along with Walsh and Entwistle). Backing vocals were provided by Hamish, Angus and Fergus Richardson of the band Brother.




Um trabalho interessante de Emerson... Um Soundtrack para o Iron Man.
Available from Keith Emerson's official website only.
Music for Marvel's cartoon-series "Iron Man".
Recorded in 1994, released in 2001.


Line-up / Musicians:
- Keith Emerson / keyboards
- Will Alexander / sequencing and programming





This musical release from keyboardist Keith Emerson captures a live performance recorded in Russia at the Moscow Theatre in 2008, while accompanied by the Keith Emerson Band, and joined by renowned guitarist Marc Bonilla.

Line-up / Musicians
- Keith Emerson / keyboards, grand piano, Theremin
- Marc Bonilla / guitars and lead vocals
- Tony Pia / drums
- Travis Davis / bass and backing vocals







The Three Fates Project combines rocker Keith Emerson's band -- featuring guitarist Marc Bonilla -- with the 70-piece Münchner Rundfunkorchester, conducted by Terje Mikkelsen, though these orchestrations are much more ambitious than the earlier Emerson, Lake & Palmer recordings with orchestra. This is hardly a typical rock-meets-orchestra recording, as the orchestra has a more prominent role than usual, while virtuoso Emerson's occasional solos are more sublime, while all vocals have been omitted. "The Endless Enigma" was an Emerson work rarely played in concert, so hearing a fleshed-out, dramatic orchestra arrangement casts it in a different light.

Line-up / Musicians:
- Keith Emerson / piano, moog, organ
- Marc Bonilla / guitars, mandolin
- Travis Davis / 6-string bass
- Troy Lucketta / drums
- Toss Panos / drums (3)
- Münchner Rundfunkorchester conducted by Terje Mikkelsen



Greg Lake:
Após o término do ELP, Greg Lake fez um tour com o Asia em 1983, substituindo John Wetton, lançando também dois álbuns solo, Greg Lake (1981) e Manoeuvres (1983), entrando em tour em meados dos anos 80. Após a dissolução do ELP, Greg Lake não foi muito visto na cena musical, mesmo tocando junto com artistas famosos como o The Who e com Ringo Starr. Em outubro de 2005 Greg Lake entrou em tour na Grã-Bretanha com sua nova banda, "Greg Lake Band". A banda continha David Arch nos teclados, Florian Opahle na guitarra, Trevor Barry no baixo, e Brett Morgan na bateria. Um DVD duplo foi lançado pela Warner Bros/Classic Pictures no início de 2006, com um Greg Lake refortalecido, sua voz agora mais grossa e alta que antes. A Greg Lake Band estava pronta para um novo tour em setembro de 2006, porém ele foi cancelado devido a "problemas de gerenciamentto". Lake tocou "Karn Evil 9" com a Trans Siberian Orchestra no Nassau Coliseum no Uniondale Long Island, New York, em 20 de dezembro de 2006, no Continental Airlines Arena no East Rutherford, New Jersey em 21 de dezembro de 2006 e no Quicken Loans Arena, em Cleveland, Ohio, em 30 de dezembrode 2007. Alguns álbuns:





Greg Lake is the self-titled debut solo album by British musician Greg Lake, released on 25 September 1981 by Chrysalis Records.




Manoeuvres is the second solo album of singer Greg Lake, released in 1983. It features ex-Thin Lizzy member Gary Moore on guitar again. It is Lake's last original studio album on his own to date.




King Biscuit Flower Hour Presents Greg Lake in Concert is a live album recorded by Greg Lake live in concert on November 5, 1981. It was recorded at the Hammersmith Odeon in London, England and aired on the King Biscuit Flower Hour radio broadcast. It was first released on CD in 1995. Recording mastered at PolyGram Studios. The CD was mastered at Dolphin Studios.

Tracks:
1. Fanfare For The Common Man / Karn Evil 9 (6:11)
2. Nuclear Attack (5:45)
3. The Lie (4:33)
4. Retribution Drive (5:41)
5. Lucky Man (4:50)
6. Parisienne Walkways (6:03)
7. You Really Got A Hold On Me (5:25)
8. Love You Too Much (5:03)
9. 21st Century Schizoid Man (9:06)
10. In The Court Of The Crimson King (5:39)

Musicians in all albuns:
Greg Lake - Lead Vocals, Guitar
Gary Moore - Vocals, Lead Guitar
Tommy Eyre - Vocals, Keyboards
Ted McKenna - Drums
Tristram Margetts - Bass



By Peter Hammil

Songs Of A Lifetime is a music live recording by GREG LAKE (Prog Related/Progressive Rock) released in 2013 on cd, lp / vinyl and/or cassette.




Carl Palmer:
É frequentemente creditado como um dos maiores e mais influentes bateristas de rock de todos os tempos. Palmer é veterano em várias bandas britânicas, incluindo The Crazy World of Arthur Brown, Atomic Rooster, Emerson, Lake & Palmer e Asia. Também contribuiu em trabalhos de Mike Oldfield. Seguido de sua saída do The Crazy World of Arthur Brown, Palmer juntou-se a Vincent Crane para formar o Atomic Rooster. Tocou somente em um álbum antes de sua saída para o Emerson, Lake, and Palmer. Palmer permaneceu na banda até o fim em 1979. Seguiu com uma nova banda P.M. e deixou posteriormente o projeto em favor do Asia, com antigos membros do Yes, King Crimson e The Buggles. Palmer e Emerson reuniram-se novamente, dessa vez com o guitarrista e vocalista Robert Berry, para formar o 3, lançando um álbum sem sucesso em 1987. Palmer reuniu-se para reformular o ELP em 1992 para Black Moon e In the Hot Seat, uma compilação com vários DVDs de turnês. Seguido do final definitivo do ELP em 1998, Palmer realizou uma turnê com sua própria banda. Apesar de nenhuma das bandas em que Palmer foi integrante estar no Hall da Fama do Rock and Roll em Cleveland, a bateria de Palmer está presente, após ter sido comprada e doada por Ringo Starr.



Asia é o primeiro álbum de estúdio da banda de rock progressivo (POP) Asia, lançado em 18 de março de 1982 pela gravadora Geffen Records. O álbum contem a canção de maior sucesso do grupo "Heat of the Moment", que alcançou a posição #4 na Billboard Hot 100. Outro sucesso do álbum foi "Only Time Will Tell", que entrou no Top 20, alcançando a posição #17. O álbum alcançou a primeira posição na parada de álbuns mais vendidos dos Estados Unidos, e de acordo com a Billboard esse foi o álbum mais vendido de 1982. Foi certificado 4x Platina pela RIAA em 10 de fevereiro de 1995 pelas mais de quatro milhões de cópias vendidas nos Estados Unidos.

Line-up / Musicians:
John Wetton - Baixo, Segunda voz, Teclado
Carl Palmer - Bateria, Percussão
Steve Howe - Guitarra, Violão, Vocal

Geoffrey Downes - Teclado, Vocal


Asia 1982





Carl Palmer Band - Working Live, Volume 1

Working Live, Volume 1, a new solo album and the first to feature his new solo band. The new trio, simply called Palmer, includes the famous drummer along with bassist Dave Marks and guitarist Shaun Baxter. The record features live interpretations of some of PalmerÍs best known songs, originally recorded with ELP and on his solo albums.

Released March 17, 2003
Shaun Baxter - guitar
Dave Marks - bass guitar
Carl Palmer - drums, percussion



Carl Palmer Band - Working Live, Volume 2

The second live album in a series that features bass-guitar-drums power trio solo band line-up, Working Live Vol. 2 is the sequel to 2003's successful Vol. 1 collection, and again features both new material and new arrangements of long time Palmer classics originally made famous while in Emerson, Lake & Palmer. This album is different than Working Live, Vol. 1: the songs are all different. It was recorded on his 2003 UK tour.

Released 2004
Shaun Baxter - guitar
Dave Marks - bass guitar
Carl Palmer - drums, percussion


Carl Palmer Band - Working Live, Volume 3

Working Live, Volume 3 is the third installment in a series where Palmer, with his own band, reinvents his previous bandsÕ work. "As with Working Live Volume 1 and 2, the idea with this record was to capture my own band arrangements of these classic and rock anthems originally recorded with ELP," says Palmer. "We never attempted to recreate those legendary recordings by ELP, but, rather, to reinvent them into something completely different, with my own band, which is guitar-driven." Carl PalmerÕs trio revisits some well-known numbers, like "Peter Gunn," "Nutrocker," and "Pictures at an Exhibition." Palmer and his players infuse these tunes with flowing musical diversity, ranging from jazzy improvisation, soaring stylized guitar leads, funk bass lines, classical melodies, and hard rock shredding, completed with Palmer rounding out the final song with a dynamic drum solo. Working Live, Volume 3 goes beyond the title of "live album" - this is a listening experience.

Released 19 October 2010 (US); 23 May 2011 (Europe/UK)
Paul Bielatowicz - guitar
Stuart Clayton - bass guitar
Carl Palmer - drums, percussion




E, é claro... Segue o Primeiro Álbum, que deu início a esta mágica BANDA.


Emerson, Lake & Palmer (1970)




O mundo Rock Progressivo tem muita a agradecer a estes senhores...

Welcome back my friends to the show that never ends
We're so glad you could attend
Come inside! Come inside!


(Acervo enviado por C A R L O S)


More ELP on Valvulado:

Emerson, Lake and Palmer before ELP...

9 comentários:

  1. Hello,good people

    Link para o trabalho mais recente do LAKE....

    um álbum sincero e sensacional.....

    aproveitem....

    http://uploaded.net/file/035xaiy2

    ResponderExcluir
  2. Grande Peter... baixando e vou adicionar ao Post. Obrigado por sempre nos tornar melhores!
    Um grande abraço e um bom dia.

    ResponderExcluir
  3. just awesome. thanks, man

    ResponderExcluir
  4. O maior e melhor trio do rock. Com o Berry, foi o pior trio de todos os tempos. Mas Emerson, Lake e Palmer, melhor, quem? Ótimo post!

    “Se a competência e a eficiência andam juntas, o sucesso é garantido!”
    ―Ana Carolina



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o Greg Lake é um músico de peso.

      Excluir
  5. Fala Javanes e turma do boteco! Por onde anda a turma do goró?

    Post grande sobre uma das minhas paixões do prog rock... O grande ELP!

    Obrigado turma do valvulado pelo post. Vou ler já!

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. E aí, Luciano... Bom te ver aqui, meu chapa.
    O boteco deu uma desgringolada, após o que aconteceu com o Dead...
    Mas seguimos adiante.
    Vou lá dar uma cutucada no Gustavo.

    abraços

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...