sábado, 9 de novembro de 2013

DEEP PURPLE in little pieces...


Deep Purple novamente... Apesar de muitos considerarem sua formação principal, com Ian Gillan, Ritchie Blackmore, Roger Glover, Jon Lord e Ian Paice como o verdadeiro Deep Purple, esta maravilhosa banda teve diversas formações (mostradas em posts anteriores), e cada vez que um membro do Deep Purple deixava a nave-mãe, formava uma outra banda com fortes influências do Deep Purple. É sobre as constelações que gravitaram em torno do Deep Purple que pretendemos registrar neste post.
Ao longo de seus 45 anos de estrada, o Deep Purple teve 4 vocalistas, 2 tecladistas, 3 baixistas, 4 guitarristas e um ÚNICO batera. Isto torna mais peculiar a história desta banda, pois sempre temos as grandes bandas girando em torno de seus famosos guitarristas e vocalistas... Ter um único batera em 45 anos é inédito.

A seguir, os integrantes do Deep Purple em bandas formadas em projetos paralelos ou após deixarem o grupo:

ROD EVANS:  

Roderick Evans, nascido em 19 de Janeiro de 1947 em Slough, Inglaterra. Antes de se juntar ao Deep Purple, Evans tocou com Ian Paice na banda The Maze, que antes se chamava MI5. Em meados dos anos 1960, ele também teve uma banda chamada The Horizons. Ele foi membro fundador do Deep Purple. A música mais conhecida do Deep Purple com Evans nos vocais é Hush (cover de Joe South). Foi o primeiro a deixar a banda, em 1969. Depois deixar o Deep Purple, Evans formou o Captain Beyond, juntamente com ex-baterista do Johnny Winter Bobby Caldwell, o ex-baixista do Iron Butterfly Lee Dorman e o guitarrista Rhino (Larry Reinhardt), que também fez parte da última formação do Iron Butterfly. A banda, apesar de competente e ter gravado um excelente disco de estréia, nunca foi um sucesso comercial. Depois de três álbuns, a banda se desfez. Evans deixou o Captain Beyond (e o show-business) após o segundo álbum. Depois do relativo insucesso e do processo envolvendo o uso indevido da marca "Deep Purple", Rod Evans jamais apareceu em público novamente. Seu paradeiro é desconhecido, e só tem interessado mesmo aos fãs da primeira formação do Deep Purple. Existem vários, porém não confirmados, boatos de que ele teria se formado em medicina e que exerce a profissão de médico na cidade de San Francisco, de 1980 até os dias atuais.




Banda:
Rod Evans - lead vocals
Larry "Rhino" Reinhardt - lead & acoustic & slide guitars
Lee Dorman – bass guitar, piano, backing vocals
Bobby Caldwell – drums, percussion, Hammond organ, bells, vibes, backing vocals


NICK SIMPER:

Nicholas John Simper (nascido em 03 de novembro de 1945 , em Middlesex ) é um baixista , também membro fundador do Deep Purple. Simper tocou em várias bandas antes do Deep Purple, incluindo a The Flower Pot Men, tocando com Jon Lord. Simper saiu do Deep Purple , em meados de 1969, quando o novo vocalista Ian Gillan solicitou que o baixista Roger Glover o substituísse. Logo após o Deep Purple, Simper formou sua própria banda, Warhorse, com a qual gravou dois excelentes álbuns, tendo nada menos que Rick Wakeman na formação de 1970. Warhorse, na minha opinião, em muito se parecia com o Deep Purple.  Após o Warhorse, Simper formou o Dynamite (1975), e depois o Fandango (1977 a 1984). Participou paralelamente da banda Flying Fox. Em meados dos anos 90, Mike Underwood convidou Simper para formar o Quatermass II. Em 2003 houve uma reunião para relembrar o Warhorse (em 2005 também). Nick Simper ainda está na ativa e participa de álbuns como convidado e homenagens ao Deep Purple, e é saudado como fundador. Para relembrá-lo, nada melhor que Warhorse.





Banda:
Ashley Holt - vocal
Pete Parks - guitarra
Nick Simper - baixo
Frank Wilson - teclados
Mac Poole - bateria



JOE LYNN TURNER:
Joe Lynn Turner (Hackensack, 2 de agosto de 1951), é um vocalista americano, mais conhecido por seu trabalho na banda Rainbow, do ex-guitarrista do Deep Purple, Ritchie Blackmore. Seu nome verdadeiro é Joseph Linquito e sua família tem origem na Itália. Joe fala italiano fluentemente e é formado em Letras. Participou em apenas um álbum do Deep Purple (Slaves and Masters 1990), mas quando Ian Gillan quis voltar... Participou de vários álbuns e bandas de ex-Deep Purple's, como Fandango de Simper, Hughes Turner Project de Glen Hughes (claro), além de Yngwie Malmsteen. Participou em inúmeros projetos como convidado, sendo o último, o sofisticado "Avantasia - The Mystery of Time (2013)".




DON AIREY:
Don Airey (Sunderland, 21 de junho de 1948) é o tecladista do Deep Purple desde 2002, quando substituiu Jon Lord. Ele teve uma carreira longa e produtiva, trabalhando com artistas e bandas como Gary Moore, Ozzy Osbourne, Judas Priest, Black Sabbath, Jethro Tull, Whitesnake, Colosseum II, Sinner, Michael Schenker, Uli Jon Roth, Rainbow, Divlje jagode e Living Loud. Ele também trabalhou com Andrew Lloyd Webber. Nascido no nordeste da Inglaterra, apaixonou-se pela música ainda jovem com o piano clássico. Ele continuou o amor dele pela música ganhando um diploma na Universidade de Nottingham e um na Faculdade de Royal Northern College of Music. Em 1974 ele se mudou para Londres e entrou para a banda Cozy Powell's Band Hammer. Don trabalhou em vários álbuns com artistas solo até que em 1978 Don se uniu ao Black Sabbath e depois Rainbow.





ROGER GLOVER:
Roger David Glover (Brecon, 30 de abril de 1945) é o baixista do Deep Purple. Ele entrou no grupo em 1969, junto com Ian Gillan para substituir Nick Simper e Rod Evans, respectivamente. Depois de passar quatro anos com o Deep Purple, onde a banda viu seus lançamentos mais bem sucedidos nos álbuns, em Rock e Machine Head, Glover, juntamente com Gillan, partiram após segunda turnê do Deep Purple, do Japão, no verão de 1973. Ao longo da década de 1970, Glover passou a produzir bandas como Judas Priest, Nazareth, Elf, Ian Gillan Band, e David Coverdale. Lançou uma série de álbuns solos e está na ativa até hoje no Deep Purple.





RITCHIE BLACKMORE:
Richard Hugh Blackmore (Weston-Super-Mare, 14 de abril de 1945) membro fundador do Deep Purple e Rainbow. Atualmente é o guitarrista da banda de folk rock Blackmore's Night. Foi considerado o 50º melhor guitarrista de todos os tempos pela revista norte-americana Rolling Stone. Após sair do Deep Purple, Ritchie formou o Rainbow, que originalmente tinha o ex-vocalista do Elf, Ronnie James Dio, o baixista Craig Gruber, o baterista Gary Driscoll, e o tecladista Mickey Lee Soule. O álbum de lançamento da banda, Ritchie Blackmore's Rainbow, foi lançado em 1975. O nome da banda fora inspirado no mundialmente famoso bar de Hollywood chamado Rainbow, freqüentado por músicos e amantes do rock. Foi no Rainbow que Ritchie passou boa parte do tempo em que esteve fora do Deep Purple, e foi lá que ele conheceu Dio, cuja banda Elf várias vezes abriu shows do Deep Purple. Considero este cara uma grande lenda do Rock e tanto ele, como o Rainbow terão um post exclusivo em breve...




Um discão que reúne estes quatro talentos:



Banda:
Richie Blackmore - guitarra
Roger Glover - baixo
Joe Lynn Turner - vocal
Don Airey - teclados, órgão, sintetizador
Bobby Rondinelli - bateria


GLENN HUGHES:
Glenn Hughes (Cannock, Inglaterra, 21 de agosto de 1952) foi baixista do Deep Purple até 1976, tendo tocado também no Trapeze e Black Sabbath. O Baixista/Vocalista do Trapeze, Glenn Hughes, deixa a banda em 1973 quando recebe um convite de Jon Lord e Ian Paice para substituir Roger Glover no baixo que havia deixado a banda ao lado do vocalista Ian Gillan. Hughes, que já tinha recusado o convite do Electric Light Orchestra, aceitou o convite dos Deep Purple deixando os Trapeze. Em 1976 Glenn Hughes deixa os Deep Purple, e vai morar  em Los Angeles, lançando seu primeiro disco solo, Play Me Out. Com o sucesso e reconhecimento, passou a trabalhar com diversos artistas. Recentemente, abriu a sua gravadora, a Pink Cloud Records. Integrou até recentemente o projeto Black Country Communiom, juntamente com Joe Bonamassa, Jason Bonham e Derek Sherinian. O grupo se desfez em março de 20132 , devido a desavenças entre Hughes e Bonamassa. Ambos seguem com suas carreiras solo. Um disco do início de sua carreira:





Banda:
Dave Holland (Bateria)
Glenn Hughes (Baixo, Vocal)
Mel Galley (Guitarra)


IAN GILLAN:
Ian Gillan (Londres, 19 de agosto de 1945) foi convidado por Jon Lord e Ritchie Blackmore para substituir Rod Evans como vocalista do Deep Purple, após assistirem uma de suas apresentações na Episode Six, em 1969. Gillan permaneceu no Deep Purple até 1973, em uma das fases mais aclamadas da banda, participando dos álbuns In Rock, Fireball, Machine Head e Who Do We Think We Are. Durante esta época, participou da opera rock Jesus Christ Superstar, gravando a voz de Jesus Cristo na produção original em 1970, de Andrew Lloyd Webber. Ian Gillan é considerado um dos melhores vocalistas do mundo na década de 1970. Ritchie Blackmore, durante a entrada de Gillan no Deep Purple, classificou seu vocal como "gritos profundos com uma pegada de blues". Gillan também cantou no Black Sabbath, gravando o disco Born Again, além de ter tido uma bem-sucedida carreira solo nas bandas Gillan e Ian Gillan Band. Segue no Deep Purple até hoje.




Banda:
Ian Gillan – vocals
Colin Towns – keyboards and flutes
John Gustafson – bass guitar and vocals
Ray Fenwick – guitars and vocals
Mark Nauseef – drums and percussion


JON LORD:
Jonathan Douglas "Jon" Lord, mais conhecido como Jon Lord (Leicester, 9 de junho de 1941 — Londres, 16 de julho de 2012), foi um compositor, pianista e organista inglês, mais conhecido por ter integrado as bandas Deep Purple, Whitesnake, Paice, Ashton & Lord, The Artwoods e Flower Pot Men, além de ser pioneiro na fusão do rock com música clássica. Em 1968, Lord fundou o Deep Purple, onde, praticamente, era o líder da banda, até 1970. Ele e o baterista Ian Paice foram os únicos integrantes constantes da banda durante a fase inicial da sua existência (1968-1976) e, a partir do momento em que eles refundaram a banda, em 1984, até a saída de Lord dos Deep Purple, em 2002. Em 11 de novembro de 2010, Jon Lord foi eleito membro honorário da Faculdade de Stevenson, em Edimburgo1 . Em 15 de julho de 2011, foi concedido a ele um grau honorário de Doutor em Música pela Universidade de Leicester, em sua cidade natal. Uma verdadeira lenda nos teclados que inovou, reinventou o Hammond no Rock.




Banda:
Jon Lord - Keyboards and Piano.
Ray Fenwick - Electric Guitar.
David Coverdale - Vocals.
Tony Ashton - Piano.
Glenn Hughes - Bass guitar and Vocals.
Pete York - Drums.
The Munich Chamber Opera Orchestra - Strings.
Eberhard Schoener - Orchesta Conductor.


IAN PAICE:
Ian Anderson Paice (nascido em 29 de junho de 1948, Nottingham), também um membro fundador do Deep Purple, sendo o único integrante a participar de todos os álbuns da banda. Um exímio baterista, tendo contribuído para vários projetos paralelos, porém, seu nome estás atrelado ao Deep Purple. Ian Paice é o Deep Purple. Um cara gente boa, que sempre manteve bom relacionamento com os antigos e atuais membros da banda. Seu primeiro contato com a música foi ao tocar violino, mas aos 15 anos de idade, escolheu a bateria como instrumento. Começou sua carreira como baterista tocando na banda de Dance de seu pai, no começo dos anos 60. Depois, ingressou em mais um projeto musical chamado "Georgie & the Rave-Ons", até fundar o Deep Purple.








E mais um discão, do Ian Paice no Whitesnake, com Jon Lord e, claro, David Coverdale (Acho que dá até para ser apelidado de PurpleSnake):



Banda:
David Coverdale – vocal
Micky Moody - guitarras
Bernie Marsden – guitarras, vocal de apoio
Jon Lord - teclados
Neil Murray – baixo
Ian Paice – bateria



JOE SATRIANI:


Em dezembro de 1993, após a saída de Ritchie Blackmore devido a conflitos constantes sobre o estilo musical a ser seguido, o guitar-hero Joe Satriani foi convidado a integrar a banda e juntou-se ao Purple para participar da turnê internacional pelo Japão. Com o sucesso dos shows, Satriani foi convidado pelos demais integrantes para permanecer como membro efetivo dela, mas declinou, mais preocupado com sua carreira solo e com o contrato para um álbum assinado com a Sony. Antes disso, entretanto, ainda chegou a participar da turnê europeia como guitarrista da banda em 1994, fazendo seu último show com a banda em julho, na Áustria.





The Band:
Ian Gillan – vocal, gaita
Roger Glover – baixo
Jon Lord – órgão, teclados
Joe Satriani – guitarra
Ian Paice – bateria


DAVID COVERDALE, TOMMY BOLIN & STEVE MORSE:

Em postagens anteriores do Valvulado





13 comentários:

  1. Muito bem feita a resenha, revelando coisas que eu desconhecia. Como quase todos, a fase que mais aprecio é com Ian Gillan no vocal, até o Who do you think we are. Mas gosto muito do Burn. Stormbringer não é ruim, mas pobre para os padrões de uma grande banda como o Deep Purple. Gosto bastante tb da fase com Rod Evans, um cantor de timbre vocal bem bonito. E o terceiro álbum, o pouco falado Deep Purple, é um dos meus prediletos.
    Come taste the band é fraco, foi alvo de muitas críticas quando do seu lançamento, sendo rejeitado por um bom número de fãs. Tommy Bolin era um ótimo guitarrista e compositor, mas nem sua presença, salvou o disco. David Coverdale estava cantando muito mal e conseguiu estragar até algumas boas canções como Drifter e Love child.
    E a celebrada volta nos anos 80, com Perfect Strangers , não me cativou muito. Pra mim, eles já não tinham o mesmo pique. Prefiro até o The House of Blue Light que o Perfect Strangers. E depois do The battle rages on, não mais acompanhei a carreira desta estupenda banda.
    Não sei se é verdade, mas ouvi falar que Nick Simper é tão ou até mais intragável que o Blackmore. Graças ao seu comportamento irascível, foi expulso da banda, entrando na justiça logo depois contra seus ex companheiros.
    Gosto do Warhorse, Captain Beyond, Blackmore's Night, Trapeze,mas aprecio somente alguns discos do Rainbow, e do Whitesnake gosto somente do Love hunter. Don Airey é bem competente! E o saudoso Jon Lord é genial!!!

    Bom domingo!

    ResponderExcluir
  2. Omar, obrigado pelo comentário. Acho que nada supera a fase II do Deep Purple, In Rock, Machine Head, Fireball são obras primas genuínas... Ao dar esta rápida pesquisada (também nos posts anteriores do Deep Purple), surpreendeu-me a quantidade e a qualidade dos músicos que passou pela banda e pouca gente se deu conta disso. Mas concordo que a inspiração não foi a mesma.
    Obrigado e bom domingo

    ResponderExcluir
  3. Excelente post para este domingo. Obrigado. Apesar de ser fã do Deep Purple, vocês colocaram muita coisa que não sabia. Valeu.
    J.

    ResponderExcluir
  4. E aí, Valvulados. mais umpost Matador. Parabéns. Acompanho os blogs da arquibancada e quase nunca me comunico. resolvi fazer este comentário apenas para declarar que concordo com a moderação que vocês estão fazendo. Esta 'turma" do Xerxes realmente incomodou demais e ficava chateado de ver seus posts sendo avacalhados por estes caras, que,para quem analisa de fora, têm uma profunda inveja do Valvulado e outros blogs. Admiro sua postura e paciência, pois muitas vezes eu fiquei P da vida com estes caras. Acredite, meus caros, é gratuito e disso a vida está cheia. Acabei de ver no ZINHOF, uma tentativa de ataque a vocês. e por isso, resolvi escrever... Assim como eu, há muitas outras pessoas que não se manifestam, mas torcem pelo sucesso do blog.. Que assim como eu, acha que estes Black Blocs virtuais são uns covardes, e que não querem nada realmente, apenas atrapalhar a felicidade, o trabalho dos outros.
    Muita Luz, Saúde e Paz a vocês. E continuem com esta postura. Nós precisamos destes exemplos.
    Jorge - São Paulo

    ResponderExcluir
  5. Jorge, grato por suas palavras. Acabei de ver no Zinhof. O Breu (do Valvulado) que coloca os links lá (e em outros blogs também). Apenas para explicar... É uma boa forma de divulgação e manter links antigos ativos. O próprio dono do Blog (Mr. Zinho) já declarou que não se incomoda... E realmente, eu não ligo. Outros blogs fazem isso também, e eu estimulo que façam isso no Valvulado tb. Estes caras sempre circularam nos blogs e fazem um ataque covarde, sem sentido... Eu realmente não entendo o que querem, mas no começo vc lê, depois, com a moderação, ninguém sabe que eles existem e vão para outros sites. Os blogs se ajudam muito e gosto desta solidariedade virtual, incluindo o do Zinho.
    Mas seguimos em frente, até estes caras nos cansarem... Muito obrigado pelas palavras e espero que continue se manifestando, comentando... Muitas vezes, pela falta de informação ou por não comentarem, os caras que nos atacam acham que tem a opinião "pública" a seu favor.
    Muita Paz para vc também.
    Java

    ResponderExcluir
  6. Valvulados, já que é para se manifestar, adorei os posts do purple e muitos outros. porque vcs nao fazem uma pesquisa de ip e descobrem o id dos famigerados. com o ip vc descobre o servidor e aí é só fazer uma denúncia pública (caso haja ameaças, declarações caluniadoras, racismo ou preconceito). é facil pois está na moda. se quiser fazer, entre em contato (te enviei um email). abs
    BS - Brasília

    ResponderExcluir
  7. Nossa. Arrumamos um grupo de defesa. BS, já respondi seu email. Vamos nos comunicar só por email, por favor.
    Muito obrigado, cara... Obrigado mesmo.

    ResponderExcluir
  8. BS e Jorge, muito obrigado pelos comentários.E muito mais pela postura. Abs

    ResponderExcluir
  9. Post sensacional... Obrigado. O site está cada vez melhor. Que confusão este Deep Purple. Uma hora tocavam no disco solo de alguém do grupo mesmo, outra hora, iam pro Whitesnake, outros para o Black Sabbath, ou saíam do Rainbow e iam para o Deep Purple. Sorte nossa que tivemos toda esta "constelação" ao bel prazer. Como disse o Jorge, Muita Paciência e Muita Paz para vocês. Bruno

    ResponderExcluir
  10. Psiquiatra, envie um email para conversarmos... Abs

    ResponderExcluir
  11. ùta post nota 1000...............e melhorando cada vez mais parabéns com orgulho!
    Enjoy!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Obrigado a todos pelos comentários. Acho que conseguimos colocar bastante info do Deep Purple em três posts. Valeu, Véio, Gringo, Breu e Valvulado, deu trabalho mas ficou muito legal!. Vamos ao próximo.

    ResponderExcluir
  13. Eu gosto disso aqui movimentado! Obrigado galera!!!
    Psiquiatra, cadê? Tô precisando dum...
    Java vô te internar... numa salinha pra ficar só postando...
    Abraços

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...