quarta-feira, 16 de setembro de 2015

A História e a Música de Frank Vincent Zappa - Politics, Synclavier & Grammy - Capítulo VI


Continuando de onde paramos no Capítulo V:

 Em 1984, Zappa reencontrou-se com Nagano e com a Orquestra Sinfônica de Berkeley para uma apresentação ao vivo de A Zappa Affair com uma orquestra maior, bonecos de tamanho real e conjuntos móveis de palco. Apesar de criticamente aclamado, o trabalho foi um fracasso financeiro e apresentado apenas duas vezes. Uma segunda parte dessas sessões, London Symphony Orchestra, Vol. 2 foi lançada em 1987. O material foi gravado em um calendário apertado com Zappa o financiando, ajudado pelo sucesso comercial de "Valley Girl".




 Musicians
The London Symphony Orchestra conducted by Kent Nagano
Chad Wackerman – drums
Ed Mann – percussion
David Ocker – clarinet (uncredited)
Frank Zappa - guitars and Producer


Pelo resto de sua carreira, muito do trabalho de Zappa foi influenciado pelo uso do Synclavier como uma ferramenta composicional e também como instrumento nas apresentações. Mesmo considerando a complexidade da música que ele escrevia, o Synclavier podia realizar qualquer coisa com a qual ele sonhou. O Synclavier poderia ser programado para tocar quase qualquer coisa concebível, à perfeição: "Com o Synclavier, qualquer grupo de instrumentos imaginários pode ser convidado a tocar as mais difíceis passagens ... com uma precisão de um mili-segundo todo o tempo". Apesar de ele essencialmente tirar a necessidade de músicos, Zappa via o Synclavier e os músicos da vida real como separados. Em 1984, ele lançou quatro álbuns. Boulez Conducts Zappa: The Perfect Stranger, contém trabalhos orquestrais dirigidas pelo renomado maestro Pierre Boulez (que foi listado como uma influência em Freak Out!) e tocado pela sua Ensemble InterContemporain, justaposta com as primeiras apresentações das peças de Synclavier. Novamente, Zappa não ficou satisfeito com as apresentações dos seus trabalhos orquestrais, além de os achar pouco ensaiados; contudo, nas notas do álbum ele agradece à demanda por precisão por parte de Boulez. As peças para Synclavier permaneceram em contraste com os trabalhos orquestrais, já que os sons foram gerados eletronicamente e não, como foi possível pouco depois, com samples .




Pierre-Laurent Aimard – Piano
Guy Arnaud – Clarinet (Bass)
Lawrence Beauregard – Flute
Pierre Boulez – Conductor, Direction
Daniel Ciampolini – Percussion
Antoine Curé – Trumpet
Ensemble InterContemporain – Orchestra
Péter Eötvös – Musical Director
Jacques Ghestem – Violin
Don Hunstein – Photography
Marie-Claire Jamet – Harp
The London Symphony Orchestra
John Matousek – Mastering
Paul Meyer – Clarinet
Jerôme Naulais – Trombone
David Ocker – Programming
Bob Stone – Remixing
Frank Zappa – Synclavier, Producer, Liner Notes


O álbum Thing-Fish foi constituído de três gravações ambiciosas em um estilo de tocar típico da Broadway em meio a um cenário distópico hipotético envolvendo feminismo, homossexualismo, produção e distribuição do vírus da AIDS e um programa de eugenia conduzido pelo governo dos Estados Unidos. Novos vocais foram combinados com faixas anteriormente lançadas e novas músicas no Synclavier; "o trabalho é um exemplo extraordinário de bricolagem". Finalmente, ainda em 1984, Zappa lançou Francesco Zappa, um conjunto de trabalhos do compositor do século XVIII Francesco Zappa (nenhum parentesco conhecido) tocado no Synclavier, e Them or Us, duas gravações de peças ao vivo e de estúdio intensamente editadas.




Ike Willis — Thing-Fish
Terry Bozzio — Harry
Dale Bozzio — Rhonda
Napoleon Murphy Brock — The Evil Prince
Bob Harris — Harry-As-A-Boy
Johnny "Guitar" Watson — Brown Moses
Ray White — Owl-Gonkwin-Jane Cowhoon
Frank Zappa - Book & lyrics, music, arrangements






Performed by The Barking Pumpkin Digital Gratification Consort (Frank Zappa, conductor)
Produced and orchestrated by Frank Zappa
Synclavier document encryption: David Ocker
Engineered by Bob Stone & Mark Pinske





Frank Zappa – guitar, keyboards, vocals, arranger, producer, main performer, assistant
Tommy Mars – keyboards, vocals, soloist
Patrick O'Hearn – wind, bass guitar
Scott Thunes – vocals, Minimoog, synthesizer, bass guitar
Johnny "Guitar" Watson – vocals, guitar
Ray White – guitar, vocals, backing vocals, choir, chorus, harmony vocals, harmony
Moon Unit Zappa – vocals
Ed Mann – percussion
Chad Wackerman – drums, vocals
Ike Willis – vocals, backing vocals, choir, chorus, harmony vocals, harmony
Arthur Barrow – bass guitar
Napoleon Murphy Brock – saxophone, vocals, harmony vocals, harmony
Brad Cole – piano
Roy Estrada – vocals, backing vocals, choir, chorus, harmony, bass guitar
Bob Harris – keyboards, vocals, harmony vocals
Thana Harris – vocals, harmony
Steve Vai – guitar, soloist, fills
Dweezil Zappa – soloist, guitar
George Duke – keyboards, vocals, piano
Bobby Martin – keyboards, saxophone, vocals (lead vocals on "Whipping Post"), falssetist, harmony vocals, harmonica


Ainda em 1984:




Recorded in Böblingen (Stuttgart, Germani), 02-Oct-1984
*** LIMITED EDITION - Number of copies printed unknown ***

Frank Zappa
Ike Willis
Ray White
Scott Thunes
Chad Wackerman
Alan Zavod
Bobby Martin







Frank Zappa
Ike Willis
Ray White
Scott Thunes
Chad Wackerman
Alan Zavod
Bobby Martin






Disco produzido por Frank Zappa. Embora a data seja de 1984, o disco foi realizado em 1979 e tem muito a ver com a música de Zappa desta época.

Músicos:
L. Shankar – Acoustic violin, 5 string Barcus Berry electric violin and string orchestra. Vocals on "Knee Deep in Heaters"
Phil Palmer - Mandolin, acoustic and electric guitars
Dave Marquee - Bass
Simon Phillips - Drums
James Lascelles - Fender rhodes, organ, acoustic piano, synthesizer
Jack Emblow - Accordion on "No More Mr. Nice Girl"
Stucco Homes (Frank Zappa) - Vocals on "Dead Girls of London"
Vicky Blumenthal - Chorus on "Dead Girls of London," "Knee Deep in Heaters," "No More Mr. Nice Girl"
Jenny Lautrec - Vocals on "Touch Me There"
Ike Willis - Vocals on "Dead Girls of London"
Frank Zappa - Producer, recording arrangements and orchestration except on "Love Gone Away"

___________________________________________________

Em 19 de setembro de 1985, Zappa testemunhou ante o Comitê de Comércio, Tecnologia e Transporte do Senado dos Estados Unidos, atacando a Parents Music Resource Center (PMRC - em tradução livre, "Centro de Recurso Musical dos Pais"), uma organização musical, co-fundada por Tipper Gore, ex-esposa do então senador Al Gore. A PMRC era formada por muitas esposas de políticos, incluindo esposas de cinco membros do comitê, e foi fundada para chamar a atenção para a publicação de letras com conteúdo sexual ou satânico. Zappa viu as suas atividades indo a um caminho em direção à censura, e chamou a sua proposta de classificar as gravações com conteúdo explícito de "extorsão" da indústria musical. No seu discurso preparado, ele falou:

"A proposta da PMRC é uma peça doentemente concebida que falha ao entregar qualquer benefício real às crianças, infringe as liberdades civis de quem não é criança, e promete manter a corte ocupada por anos com problemas de interpretação e constrangedores inerentes ao desenho da proposta. É meu entendimento que, na lei, as publicações da Primeira Emenda são decididas com preferência pela alternativa menos restritiva. Neste contexto, as demandas da PMRC são equivalentes a tratar caspa com decapitação... O estabelecimento de um sistema de classificação, voluntário ou de outro modo, abre a porta para uma parada interminável de programas de controle de qualidade moral baseados em coisas que certos cristãos não gostam. O que acontecerá se o próximo monte de esposas de Washington demandar um "J" grande e amarelo em todos os materiais escritos e apresentados por judeus, para salvar crianças desamparadas da exposição à oculta doutrina sionista?"



Zappa incluiu passagens de suas declarações à sua música no Synclavier em sua composição "Porn Wars" no álbum de 1985 Frank Zappa Meets the Mothers of Prevention. Zappa é ouvido interagindo com os senadores Fritz Hollings, Slade Gorton, Al Gore (que afirmou, na gravação, ser um fã de Zappa), e conversando com a senadora da Flórida Paula Hawkins sobre quais brinquedos ele tinha na infância. Zappa expressou opiniões sobre a censura quando apareceu na série de televisão Crossfire, da CNN, e debateu com o comentarista do Washington Times John Lofton em 1986. A paixão de Zappa pela política estado-unidense foi se tornando uma parte grande de sua vida. Ele tinha sempre encorajado seus fãs a registrarem-se para votar, nas capas de seus álbuns, e ao longo de 1988 ele teve cabines de registro em seus shows. Ele até mesmo considerou concorrer à Presidência dos Estados Unidos.



Posteriormente, Zappa expandiu as suas aparições na televisão a papéis não musicais. Ele foi ator ou emprestou a sua voz em episódios de Shelley Duvall's Faerie Tale Theatre, Miami Vice e The Ren and Stimpy Show. Uma participação com sua voz em The Simpsons nunca ocorreu, para o desapontamento do criador Matt Groening.







Frank Zappa – vocals, guitar, Synclavier, producer
Johnny "Guitar" Watson – vocals, guitar on "I Don't Even Care"
Ike Willis – vocals, guitar
Ray White – vocals, guitar
Bobby Martin – vocals, keyboards
Steve Vai – guitar
Tommy Mars – keyboards
Scott Thunes – bass
Chad Wackerman – drums
Ed Mann – percussion
Moon Zappa – vocals
Dweezil Zappa – vocals
John Danforth – voice excerpts on "Porn Wars"
Ernest Hollings – voice excerpts on "Porn Wars"
Paul S. Trible, Jr. – voice excerpts on "Porn Wars"
Paula Hawkins – voice excerpts on "Porn Wars"
J. James Exon – voice excerpts on "Porn Wars"
Al Gore – voice excerpts on "Porn Wars"
Tipper Gore – voice excerpts on "Porn Wars"
Bob Stone – engineer

_____________________________________

Por volta de 1986, Zappa levou a cabo o relançamento de muitas de suas gravações de vinis. Ele supervisionou pessoalmente a remasterização de todos os seus álbuns das décadas de 1960, 1970 e do início dos anos 1980 para CDs. Certos aspectos dessas republicações foram, entretanto, criticados por alguns fãs como sendo inexatos para com as gravações originais. Perto de vinte anos antes do advento de lojas de músicas on-line, Zappa propôs substituir "propaganda da indústria fonográfica" de música por "transferência diretamente digital-para-digital" através de telefone ou TV a cabo (com pagamentos de royalties e as contas dos consumidores automaticamente feitas dentro do software acompanhante). Em 1989, Zappa considerou sua ideia um "fracasso miserável". O álbum Jazz From Hell, lançado em 1986, rendeu a Zappa o seu primeiro Prêmio Grammy, em 1987 pelo Melhor Performance de Rock Instrumental. Exceto por um solo de guitarra ao vivo, o álbum apresenta exclusivamente composições no Synclavier. Apesar de ser um álbum instrumental, a Meyer Music Markets vendeu Jazz from Hell apresentando uma etiqueta de "letras explícitas" - um selo de aviso introduzido pela Recording Industry Association of America de acordo com o PMRC.





Frank Zappa – lead guitar, Synclavier, keyboards, production
Ed Mann – percussion
Tommy Mars – keyboards
Bobby Martin – keyboards, saxophone
Scott Thunes – bass guitar, keyboards
Steve Vai – rhythm guitar
Chad Wackerman – drums
Ray White – rhythm guitar





Embora este álbum tenha sido lançado em 1986, ele é composto por gravações realizadas entre Outubro e Dezembro de 1984. Foi oprimeiro álbum de Zappa lançado somente em CD.

Frank Zappa – lead guitar, vocals
Ray White – rhythm guitar, vocals
Ike Willis – rhythm guitar, vocal
Bobby Martin – keyboards, saxophone, vocal, french horn
Allan Zavod – keyboards
Scott Thunes – bass guitar
Chad Wackerman – drums
Dweezil Zappa – lead guitar on "Whipping Post"

A última turnê de Zappa em uma banda de rock e jazz ocorreu em 1988, com um grupo de doze integrantes que tinha um repertório de mais de cem composições (a maioria de Zappa), mas que se separou sob circunstâncias acrimoniosas antes de a turnê ser completada. A turnê foi documentada nos álbuns Broadway the Hard Way (novo material apresentando canções com forte ênfase política), The Best Band You Never Heard in Your Life ("standards" de Zappa e uma coleção eclética de canções, indo do Bolero de Ravel a "Stairway to Heaven" do Led Zeppelin), e Make a Jazz Noise Here (música na maior parte instrumental e de vanguarda). Partes são encontradas também em You Can't Do That on Stage Anymore, volumes 4 e 6. The Best Band You Never Heard in Your Life e Make a Jazz Noise Here serão postados no Capítulo VII.




Frank Zappa – guitar, producer, main performer, vocals
Kurt McGettrick – baritone saxophone
Scott Thunes – bass guitar
Albert Wing – tenor saxophone
Ed Mann – percussion
Chad Wackerman – drums
Ike Willis – guitar, vocals
Eric Buxton – vocals
Paul Carman – alto saxophone
Walt Fowler – trumpet
Mike Keneally – synthesizer, vocals, guitar
Sting – lead vocal on "Murder By Numbers"
Bruce Fowler – trombone
Robert Martin – keyboards, vocals






A série "You Can't Do That On Stage Anymore" (6 volumes com CDs duplos) foi lançada entre 1988 e 1992 e contem vários shows de Zappa com diferentes formações. 
















Resultado de imagem para you can't do that on stage anymore







E para finalizar o Capítulo VI, em 1988 foi lançado o álbum Guitar.Na verdade, é a sequencia de "Shut Up 'n Play Yer Guitar" .O álbum é composto de gravações de shows realizadas entre 1979 e 1984.



Frank Zappa - guitar
Ray White - guitar
Steve Vai - guitar
Tommy Mars - keyboards
Bobby Martin- keyboards
Ed Mann - percussion
Scott Thunes - bass guitar
Chad Wackerman - percussion
Ike Willis - guitar
Allan Zavod - keyboards
Denny Walley - guitar
Warren Cuccurullo - guitar
Arthur Barrow - bass guitar
Vinnie Colaiuta - percussion
Peter Wolf - keyboards

__________________________________________________

Aguardem o Capítulo VII...


4 comentários:

  1. Y aquí seguimos mi muy buen amigo. Disfrutando como nunca de las grabaciones del maestro Zappa y agradeciéndote infinitamente tu buena voluntad de compartir tan grandiosa música!!! Desde la ciudad de México, Gracias!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estimado Jerry, Gracias por acompañarnos en esta aventura! y aún no ha terminado...

      Excluir
  2. Cara, que fantástico esse artigo, contando a história do Zappa! Excelente! Muito obrigado.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...