terça-feira, 8 de março de 2016

Nana Vasconcelos - Patrimônio Musical do Brasil


Juvenal de Holanda Vasconcelos, conhecido como Naná Vasconcelos, (Recife, 2 de agosto de 1944) é um músico brasileiro. Eleito oito vezes o melhor percussionista do mundo pela revista americana Down Beat e ganhador de oito prêmios Grammy, é considerado uma autoridade mundial em percussão. Desde jovem se envolveu os tambores nos movimentos de maracatu locais. Começou a tocar aos 12 anos com seu pai numa banda marcial no Recife. Durante toda sua carreira sempre teve preferência por instrumentos de percussão e nos anos 60 se notabilizou por seu talento com o berimbau. Em 1967 mudou-se para o Rio de Janeiro onde gravou dois LPs com Milton Nascimento. No ano seguinte, junto com Geraldo Azevedo, viajou para São Paulo para participar do Quarteto Livre, que acompanhou Geraldo Vandré no III Festival Internacional da Canção. Além disso, Naná tem uma extensa carreira no exterior. 


A partir de 1967 ele atua como percussionista ao lado de diversos nomes de peso: Jon Hassel, Egberto Gismonti, Pat Metheny, Evelyn Glennie e Jan Garbarek. Formou entre os anos de 1978 e 1982, ao lado de Don Cherry e Collin Walcott o grupo de jazz Codona, com o qual lançou 3 álbuns. Em 1981, tocou no Woodstock Jazz Festival, em comemoração ao décimo aniversário do Creative Music Studio. Em 1998, Vasconcelos contribuiu com a música "Luz de Candeeiro" para o álbum "Onda Sonora: Red Hot + Lisbon", compilação beneficente em prol do combate à AIDS, produzida pela Red Hot Organization. Naná Vasconcelos ganhou, por sete anos consecutivos (1984-1990), o prêmio de Melhor Percussionista do Ano da conceituada revista Down Beat. No dia 9 de dezembro de 2015, Naná Vasconcelos recebeu o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). 


Foi com muita tristeza que recebi um email hoje do Portuga dizendo que Nana estava mal e estava precisando de uns pensamentos positivos...

"O músico Naná Vasconcelos, de 71 anos, recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no final da manhã desta segunda-feira (7). O percussionista foi transferido para um quarto no 10º andar do Hospital Unimed III, no Recife, onde estava internado na UTI desde o sábado (5) por complicações de um câncer de pulmão descoberto no ano passado. De acordo com boletim médico divulgado no início da noite desta segunda (7), o estado de saúde de Naná Vasconcelos "permanece grave, porém é estável". O músico, que está hospitalizado desde 29 de fevereiro, devido a complicações da progressão do seu câncer de pulmão, apresenta infecção respiratória e arritmia cardíaca, além de uma progressão do tumor. A família de Naná pediu para amigos e fãs realizarem uma corrente de orações pela recuperação dele. Segundo a esposa do músico, Patrícia Vasconcelos, no ano passado o artista passou mais de 20 dias no mesmo hospital, após descobrir a doença. No dia 28 de fevereiro deste ano, o percussionista passou mal após um show realizado em Salvador, na Bahia, com o violoncelista Lui Coimbra. Ao retornar ao Recife, foi internado.

Caros amigos, pedimos um pensamento positivo para que este monstro da música brasileira e internacional, este gênio, melhore, e possa brilhar ainda mais...






E agora, um sonzinho...




Accordion – Beto Hortis
Cavaquinho – Maíra Macedo, Moema Macedo
Cello – João Carlos Araújo*, Leornardo Bruno
Directed By [Children's Choir] – Cristiane Côrte-Real
Flute [Flutes] – César Michiles
Orchestra – Orquestra Eperimental De Câmara
Percussion – Amendoim, Gilú, Lucas Dos Prazeres, Viola Luz
Piano – Luz Morena
Trombone – Deco Trombone
Viola – Josildo Caetano, Marcus Antunes
Violin [6-string, 7-string] – Alex Sobreira
Vocals – Cláudia Beija, Nena Queiroga, Vanessa Miranda, Ylana Queiroga
Vocals [Children's Choir] – Emily Flávia R. Menezes, Gabriel Rodrigo Rosa Da Silva, Janaina Paloma Da Silva, Jeneffer Alona L. Dos Santos, Layana Roberta C. Da Silva, Lays L. Pantaleão Da Silva, Maria R. De Lima, Rita De Cássia Silva De Araújo, Thamires Souza Da Costa
Voice, Percussion, Performer [Water] – Naná Vasconcelos





Naná Vasconcelos — berimbau, percussion, gongs, voice
Egberto Gismonti — guitar
Stuttgart Radio Symphony Orchestra conducted by Mladen Gutesha


Amazonas (1973)



Africadeus (1973)





LINKS (Amazonas e Africadeus)










Naná, força aí, e que você volte logo para os palcos...

Pois é... Algumas horas depois deste POST, o Naná se foi.
Uma grande perda.


VALEU, NANÁ

3 comentários:

  1. Grande Naná!
    Desejo uma boa recuperação!!!
    Grande Mestre!!!

    ResponderExcluir
  2. Brother Javs, infelizmente o querido Naná foi tocar em outras esferas.
    Eu tive o prazer de conhecer e trabalhar um pouco com esse genial percussionista e incrível pessoa, totalmente do bem, sempre pronto pra uma boa risada e para nos ensinar sobre a vida. Espero que tenha ido em paz. Agora só nos resta curtir seu incrível legado.
    Amém.
    Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Brother. Uma grande perda. Que privilégio você teve, em conhecê-lo!!!
      Javanês

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...