terça-feira, 5 de abril de 2016

Marblewood - Psyc Prog Rock from Switzerland



Uma grande indicação do Brother Peter Hammil, que particularmente, eu simplesmente pirei neste som, Um trio suíço fazendo um som Prog-Psych Rock (acho). Uma guitarra distortion, baixão comandado por uma gata, uma batera pesada e um vocal bem massa.

Marblewood é uma banda de stoner rock psicodélico, formado em Zurique, na Suíça. Os caras tem um grande viés do blues, hard e prog rock e música transcendental. Utilizam de instrumentos como cítara e percussões, no intuito de transportar o ouvinte ao mesmo plano em que os mesmos se encontram em seus momentos de elevação musical e espiritual.A banda consiste em Marc Walser (guitarra e voz), Ariane Bertrog (baixo) e David Zurbuchen (bateria, teclado e vocal de apoio) e contaram com algumas participações especiais de amigos e músicos convidados, que ao longo das gravações só somaram boas ideias. O seu disco de estreia, autointitulado “Marblewood”, saiu início desse ano, dia 30 de Janeiro, após uma longa jornada de experiências, shows e pesquisas musicais, onde absorveram tudo que viram, viveram, ouviram ou sentiram. O espírito de uma verdadeira e tântrica jam band e suas improvisações são uma das grandes qualidades dos suíços, que conseguem conectar o passado e o futuro do rock, com passagens bem loucas e instrumentais.


Com uma lista extensa de influências e referências de diversos medalhões da música, como Pink Floyd, Jimi Hendrix, Ravi Shankar e Eric Clapton, Marblewood segue uma linha bem raiz, colidindo com a densidade moderna do rock contemporâneo. O baixo é classudo e cheio de uma charme blues e psicodélico, onde se confronta com grooves eletrônicos e teclados floydianos. Já a guitarra, jorra com furor todas os atributos de um bom desert rock, com riffs pesados e bem maleáveis, sujeito a improvisações à qualquer momento. A bateria segue uma linha mais jazz, deixando-se levar pela energia da banda, lembrando muito - ora o mito Ginger Baker, ora o fantástico John Densmore. Enfim, o som é uma viagem total.ão 6 longas e bem produzidas faixas, fazendo um passeio musical pelo globo, com direito à passagens pela Inglaterra, Suécia, Holanda, passando (e ficando um bom tempo) pela Índia, e explorando até os confins dos EUA. Uma verdadeira explosão de cores, sensações e sonoridades, genialmente executada pelo trio suíço. Só não entra nessa, quem não quer.













6 comentários:

  1. suena super esta banda. Gracias por compartir

    ResponderExcluir
  2. E aê, brother Javs, tudo na mais perfeita desordem?
    Passei pra endossar essa indicação tua e do PH (como se fosse necessário... rsrsrsrsrs), porque esse disco é realmente fodão.
    Quem curtir o Marblewood, pode pirar também com o Hypnos 69 (que eu postei lá no Plano Z).
    Abração, caros amigos!
    Valeu!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí, Maddy Lee. Este som realmente me surpreendeu, uma super banda.
      Apenas para facilitar a vida dos frequentadores...
      Links do Hypnos 69
      http://planozz.blogspot.com.br/2016/02/hypnos-69.html

      Excluir
  3. Olá, pessoal....
    realmente ...,não paro de ouvir este grupo
    ....todos 3 são muito competentes....mas o
    guitarrista...é Hors concours...fora da média...excepcional....

    Estou indo buscar a indicação do amigo MADDY no PlanoZ...
    agora mesmo...

    Obrigado,

    Peter Hammmil - SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Guru da Exploração Musical,
      So envia coisa boa.
      Valeu por esta parceria!
      Abraço

      Excluir
  4. Thank you, looks interesting.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...