sexta-feira, 2 de outubro de 2015

A História e a Música de Frank Vincent Zappa - The Final Episodes - Capítulo VII


Depois de uma breve pausa, continuamos de onde paramos no Capítulo VI...

A última turnê de Zappa em uma banda de rock e jazz ocorreu em 1988, com um grupo de doze integrantes que tinha um repertório de mais de cem composições (a maioria de Zappa), mas que se separou sob circunstâncias acrimoniosas antes de a turnê ser completada. A turnê foi documentada nos álbuns Broadway the Hard Way (novo material apresentando canções com forte ênfase política), The Best Band You Never Heard in Your Life ("standards" de Zappa e uma coleção eclética de canções, indo do Bolero de Ravel a "Stairway to Heaven" do Led Zeppelin), e Make a Jazz Noise Here (música na maior parte instrumental e de vanguarda). Partes são encontradas também em You Can't Do That on Stage Anymore, volumes 4 e 6.





Frank Zappa – synthesizer, guitar, keyboards, vocals
Paul Carman – alto saxophone, baritone saxophone, soprano saxophone
Bruce Fowler – trombone
Walt Fowler – synthesizer, trumpet, flugelhorn
Mike Keneally – synthesizer, guitar, rhythm guitar, vocals
Ed Mann – percussion, marimba, vibraphone, electronic percussion
Bobby Martin – keyboards, saxophone, vocals
Kurt McGettrick – saxophone, baritone saxophone, E flat clarinet
Scott Thunes – synthesizer, bass guitar, electric bass, vocals, Minimoog
Chad Wackerman – drums, vocals, electronic percussion
Ike Willis – synthesizer, guitar, rhythm guitar, vocals
Albert Wing – tenor saxophone





Frank Zappa – lead guitar, producer, main performer, vocals
Paul Carman – alto saxophone, soprano saxophone, baritone saxophone
Kurt McGettrick – baritone saxophone, contrabass clarinet,
Scott Thunes – bass guitar, mini Moog
Albert Wing – tenor saxophone
Ed Mann – vibes, marimba, electronic percussion
Chad Wackerman – drums, electronic percussion
Ike Willis – rhythm guitar, synth, vocals
Walt Fowler – trumpet, flugel horn, synth
Mike Keneally – synth, vocals, rhythm guitar
Bruce Fowler – trombone
Bobby Martin – keyboards, vocals



E segue também, um show gravado em 1979, mas que foi lançado apenas em 1991...



Recorded at Nouvel Hippodrome, Paris - February 24, 1979


Frank Zappa: lead guitar/vocal 
Ike Willis: guitar/vocals 
Denny Walley: slide guitar/vocals 
Warren Cuccurullo: guitar 
Tommy Mars: keyboards/vocals 
Peter Wolf: keyboards 
Ed Mann: percussion 
Arthur Barrow: bass 
Vinnie Colaiuta: drums



No começo de 1990, Zappa visitou a Tchecoslováquia a pedido do presidente Václav Havel, e foi convidado a servir como consultor para o governo em assuntos comerciais, culturais e turísticos. Havel era um fã de Zappa que tinha uma forte influência na cena de vanguarda e underground do leste europeu nos anos 1970 e 1980 (um grupo tcheco de rock que foi preso em 1976 tomou seu nome da canção de 1968 de Zappa, "Plastic People"). Zappa concordou entusiasmado e começou a se encontrar com autoridades corporativas interessadas em investir na Tchecoslováquia. Dentro de poucas semanas, entretanto, a administração dos EUA colocou pressão no governo tcheco para desfazer a nomeação. Havel fez então de Zappa um consultor cultural não oficial. Zappa também planejava desenvolver uma empresa de consultoria internacional para facilitar negócios entre o antigo bloco soviético e o bloco capitalista.

Frank Zappa and the President of Czechoslovakia, Vaclav Havel, Prague 1990 
A maioria dos projetos de Zappa vieram a uma parada em 1990, quando ele foi diagnosticado com um câncer de próstata terminal. A doença tinha sido desenvolvida sem constatação por dez anos e era considerada inoperável. Depois do diagnóstico, Zappa devotou a maior parte da sua energia para trabalhos orquestrais modernos e no Synclavier. Em 1993, ele completou Civilization, Phaze III pouco antes de sua morte. Foi o maior trabalho no Synclavier que ele tinha começado desde os anos 1980.







Em 1991, Zappa foi escolhido para ser um dos quatro compositores apresentados no aclamado Festival de Frankfurt, em 1992 (os outros eram John Cage, Karlheinz Stockhausen e Alexander Knaifel). Zappa foi abordado pela orquestra moderna de câmara Ensemble Modern, que estava interessada em tocar a sua música no evento. Mesmo doente, Zappa convidou-os para Los Angeles para ouvirem as novas composições e novos arranjos de materiais antigos. Além de ficar satisfeito com as apresentações do conjunto tocando a sua música, Zappa também se deu bem com os músicos, e os concertos na Alemanha e na Áustria foram preparados para o final do ano. Em setembro de 1992, os concertos aconteceram como previstos, mas Zappa pôde aparecer somente em dois em Frankfurt devido à sua doença. No primeiro concerto, ele conduziu "Overture" na abertura, e no final "G-Spot Tornado" assim como as teatrais "Food Gathering in Post-Industrial America, 1992" e "Welcome to the United States" (o resto do programa foi conduzido pelo maestro regular do conjunto Peter Rundel). Zappa foi ovacionado por 20 minutos. Essa seria a última aparição profissional em público, já que o câncer estava se espalhando para uma extensão que lhe causava muita dor para desfrutar um evento que por outro lado ele consideraria "estimulante". Gravações desses concertos aparecem em The Yellow Shark (1993), o último lançamento de Zappa durante a sua vida, e algum material de estúdio apareceu no álbum póstumo Everything Is Healing Nicely (1999).






Frank Zappa – conductor, producer, performer
Peter Rundel – conductor, violin
Dietmar Wiesner – flute
Catherine Milliken – oboe, english horn, bass oboe,[9] didjeridu
Roland Diry – clarinet
Wolfgang Stryi – bass clarinet, tenor saxophone, contrabass clarinet
Veit Scholz – bassoon, contrabassoon
Franck Ollu, Stefan Dohr – french horn
William Formann, Michael Gross – cornet, flugelhorn, piccolo trumpet, trumpet
Uwe Dierksen – trombone, soprano trombone
Michael Svoboda – trombone, euphonium, didjeridu, alphorn
Daryl Smith – tuba
Hermann Kretzschmar – celeste, harpsichord, voices, piano
Ueli Wiget – celeste, harpsichord, harp, piano
Rumi Ogawa-Helferich – cymbalom, percussion
Andreas Böttger – percussion
Detlef Tewes – mandolin
Jürgen Ruck – banjo, guitar
Ellen Wegner – harp
Mathias Tacke, Claudia Sack – violin
Hilary Sturt – violin, voices
Friedemann Dähn – violoncello
Thomas Fichter- contrabass, Fichter electric upright bass
Ensemble Modern – main performer







__________________________________________________

Frank Zappa faleceu em 4 de dezembro de 1993, em sua casa, cercado por sua esposa e filhos. Em uma cerimônia privada no dia seguinte, Zappa foi enterrado em um túmulo não marcado no Westwood Village Memorial Park Cemetery, em Westwood, Los Angeles. Na segunda-feira, 6 de dezembro, a sua família anunciou publicamente que o "Compositor Frank Zappa foi para a sua última turnê pouco antes das 18:00 no sábado".



E assim se foi um dos maiores músicos... Em uma tarde de sábado, as cortinas se fecharam em Los Angeles e seus filhos  Dweezil, Moon, Ahmet e Diva disseram adeus, assim como muitos fãs. Porém, sua história musical continuou. Devido a sua experimentação musical em seu estúdio, muitas gravações prontas, ainda em estágio experimental foram mantidas pela sua família e lançadas de tempos em tempos. Muitos fãs gravaram shows, e foram tantos que creio ser impossível ter todos os bootlegs. A seguir, apresento alguns álbuns e bootlegs que foram lançados após sua partida e outros que apareceram em minha coleção...






Este álbum contém gravações de Zappa & The Mothers na época do filme 200 Motels. as performances ao vivo foram mixadas em diálogos entre os membros da banda, sendo dividido em três partes conceituais:
A Typical Day on the Road, Part 1
A Typical Day on the Road, Part 2
The True Story of 200 Motels

O álbum também possui uma sessão ao vivo com John Lennon e Yoko Ono.






Um grande show realizado em 1 de Setembro de 1984, em Saratoga no Performing Arts Centre, New York.

Frank Zappa
Ike Willis
Ray White
Scott Thunes
Chad Wackerman
Alan Zavod
Bobby Martin





Este é mais um dos álbuns ao vivo lançados postumamente. foi gravado no Royal Festival Hall, de Londres em 25 de Outubro de 1968 e somente lançado em 1993 .

Frank Zappa – guitar, vocals
Jimmy Carl Black – drums, vocals
Roy Estrada – bass guitar, vocals
Don Preston – electric piano, odd noises (homemade oscillation boxes)
Bunk Gardner – tenor saxophone, clarinet
Ian Underwood – alto saxophone, piano
Euclid James "Motorhead" Sherwood – baritone saxophone, tambourine
Arthur Dyer Tripp III – drums, percussion
Members of the BBC Symphony Orchestra




Este álbum é uma coletânea que apresentou diferentes versões, em diferentes países. Foi lançada em 1995.








Um documentário de rádio, produzida por Steve Rowland e Gail Zappa, para "The Music Makers" Series em Public Radio International. Ele é composto de 8 seções que foram transmitidas no verão de 1996...






Dweezil Zappa perguntou ao seu pai quais eram as músicas que Zappa considerava como sendo sua assinatura, seu maior legado. Frank citou "Zoot Allures", "Black Napkins" e "Watermelon in Easter Hay". Este álbum então, contém as versões originais destas canções, com versões alternativas ao vivo de cada uma e mais uma faixa com "Merely a Blues in A", um blues improvisado, gravado em Paris, 1974.



Este álbum póstumo de 1996 é uma compilação de músicas inéditas. A maioria das canções são de uma fase bem inicial do Zappa, sendo algumas de 1958, indo até meados dos anos 70. Zappa estava editando este material, nos anos anteriores de sua morte.




Uma coletânea temática, somente com as músicas que foram consideradas mais ofensivas pela mídia.





Uma outra coletânea, mas agora focada nas músicas sérias e clássicas de Zappa.





Também é uma compilação com músicas mais "comerciais".





Este álbum contém canções do início da carreira do Zappa.

01 Dear Jeepers by Bob Guy (02:29)
02 How's Your Bird? by Baby Ray & The Ferns (02:12)
03 The World's Greatest Sinner by Baby Ray & The Ferns (02:29)
04 Every Time I See You by The Heartbreakers (02:36)
05 Cradle Rock by The Heartbreakers (02:55)
06 Slow Bird[1] by Paul Buff (02:11)
07 Blind Men's Buff[1] by Paul Buff (01:47)
08 Cathy My Angel[1] by The Pauls (02:14)
09 'Til September[1] by The Pauls (02:27)
10 Letter From Jeepers by Bob Guy (02:22) 







Mais uma coletânea, com canções de 1962 a 1969. Apenas "The Story of Willie the Pimp", é de 1972.




Mais uma compilação...

___________________________________________________

Vejam o Capítulo VIII....



11 comentários:

  1. Olá, meu amigo...

    Seu esforço e interesse em divulgar a obra de Frank Zappa é digno de reconhecimento de todos.

    Parabéns.

    "aquele" álbum que vc tanto quer já está "nas nuvens" e tem muito mais...verifique seu e-mail.....

    Abraço..

    Peter Hammill - SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Peter... Já baixei e estou preparando o post... Obrigado pelo seu constante incentivo, parceria e generosidade! Som bom tem que ser partilhado...

      Excluir
  2. Enfim, o fim! Eu também tive o "desplante" de postar a discografia do Zappa lá no Pântano, na série "Zappeando no Domingão", mas tive a ajuda de vários amigos, tanto pra upar os discos (o que na maioria foi feito pelo Diego Progshine), quanto nos textos, que dividi com várias pessoas.
    Deu um trabalho do caráleo, mas valeu a pena, afinal, só malucos como nós podem fazer de tudo pra não deixar o genial Frank Zappa ser esquecido.
    Grande trabalho, parabéns!!
    Valeu!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maddy Lee, a empreitada não é fácil, e mesmo vc achando que tem tudo, vão aparecendo novos no meio do caminho. Esta minha tentativa é de ter a mais completa coleção-discografia, em uma qualidade melhor (256-320). Achei muita coisa em muitos sites diferentes e estou tentando reunir tudo. E vale a pena... O Zappa foi um cara único, mudou e influenciou a forma de fazer música... Criticou e foi escurraçado pela mídia purista americana... Mesmo assim, deixou um legado de mais de 150 álbuns, e ainda estão descobrindo coisas (administrado por sua família)... Meu maior desejo é que estas novas gerações o conheçam, não só pela música, mas também pelo grande personagem que foi!

      Meu velho, adorei ver seu site de volta, na ativa... Fazemos isso por amor a música.

      Um grande abraço

      Java

      Excluir
    2. Maddy, e não acabou ainda não... Tem pelo menos mais dois capítulos, com mais uns 40 álbuns...

      abs

      Excluir
  3. Nuevamente mil gracias, por tan grandioso esfuerzo. Gracias desde la Ciudad de México!!!

    ResponderExcluir
  4. Pois é, meu caro, só depois de escrever é que saquei que ainda não tinha acabado... O trabalho é brutal, mas as postagens estão sensacionais.
    Valeu!!!
    Abs.

    ResponderExcluir
  5. Hey My Friend,

    Is there any chance of a re-up of Civilization Phaze III, Act One? It would be greatly appreciated.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dear Maddy Lee, soon we will fix the broken links. Please, be patient.
      This link could help:

      http://nitroflare.com/folder/10973/L06xNQV9GclphX0Rpc2NvZ3JhcGh5

      Thanks to Peter!!!!

      Excluir
    2. Olha a saudade do Maddy Lee.

      Excluir
    3. Hi Miles!!!
      Did you get the file!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...