sábado, 19 de outubro de 2013

Anthony Phillips (from Genesis)


Anthony Phillips é um compositor e guitarrista inglês, sendo também conhecido como um compositor prolífico de música para cinema e televisão, bem como um músico de estúdio. Ele foi um dos membros fundadores da banda Genesis ao lado de Peter Gabriel, Mike Rutherford e Tony Banks com quem gravou os álbuns "From Genesis To Revelation" e "Trespass". Depois de deixar o grupo em 1970, Ant estudou orquestração e harmonia  na "Guildhall School of Music and Drama", em Londres. Após aprovação  nos exames da LGSM , passou a ensinar música, na "Reeds School and Peper Harrow", continuando a compor e a gravar em seu estúdio em sua residência. Ant marcou seu retorno à cena musical-comercial com o lançamento de seu primeiro álbum solo "The Geese & The Ghost", em 1977, e desde então, tem apresentado uma grande e diversificada obra, com dezenas de lançamentos e participações especiais. 


Albuns como "Slow Dance", "Field Day", a série "Private Parts & Pieces" com 11 álbums e a série de quatro volumes "Missing Links" demonstram sua capacidade criativa e diversidade como instrumentista. Entre outros projetos , ele colaborou com Harry Williamson no incrível album "Tarka"  um trabalho instrumental em grande escala e também co-escreveu os temas do musical "Alice" de Richard Scott.


Ant continua a lançar álbuns solos aclamados pela crítica, e cada vez mais sua música tem sido requisitada para cinema e televisão . Também já compôs e gravou  músicas para mais de uma dúzia de programas da série "Survival", em colaboração com o percussionista virtuoso Joji Hirota. Apesar de ser um virtuoso em vários instrumentos, é no violão de 12 cordas que ele se destaca, sendo considerado o melhor do mundo, com sua técnica, precisão e habilidade insuperáveis. Várias suposições foram feitas sobre a decisão de Ant abandonar o grupo Genesis, logo no início da fama. Estas suposições vão desde desentendimentos internos, não estar disposto a viagens constantes, não gostar de se apresentar ao vivo, até a recorrente, seu "pânico do palco". 


Talvez esta última observação seja a mais correta, pois Anthony jamais voltou a se apresentar ao vivo. O máximo que fez, foi apresentações esporádicas nos estúdios de algumas rádios. Isto fica ainda mais evidente, quando exatamente nesta semana, seu site oficial (http://www.anthonyphillips.co.uk/) anuncia um evento nos dias 22 e 23 de março de 2014, em Eichenzell-Welkers na Alemanha, onde Ant estará respondendo as perguntas dos fans e distribuindo autógrafos, mas ele "NÃO IRÁ REALIZAR NENHUMA APRESENTAÇÃO AO VIVO". 


Mas decididamente este fato apenas o guia em direção de composições-execuções extremamente elaboradas, haja visto a técnica utilizada em Field Day (2005) onde o próprio Ant ensaiou durante meses até estar apto para iniciar as gravações. Então...suas músicas nos remetem quase sempre a uma cena medieval, onde o lirismo, a emoção, a beleza e a tranquilidade completam o quadro. 


Seria praticamente impossível realizar uma postagem com a obra completa deste mestre! Porém chegamos muito perto disto!!!

Primeiramente temos um TORRENT (ativo, com 4 seeders) de sua discografia de 1977 até 2005, em mp3!!!


Os 4 álbuns de estúdio que faltam, de 2006 até 2013, estão em links individuais:
(http://www.anthonyphillips.co.uk/discography/albums.htm)


 




Alguns links no YOUTUBE para apreciarmos sua execução:










Este POST foi realizado pelo colaborador William Shakespeare. 
WS  - MUITO OBRIGADO

13 comentários:

  1. Grande post! Grande músico! Uma das características de AP é a versatilidade. Alguém conhece músico mais eclético?
    "O ouvido humano é surdo aos conselhos e agudo aos elogios."
    Shakespeare

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Eu sou supeito e nem tenho "moral" pra falar nada, pois ponho tudo em apenas @192.
    Mas depois daquela discussão sobre mp3/flac, qualidade de som, etc e qdo eu li que o WS se dispôs a fazer um post do Anthony Phillips eu apostei comigo mesmo que ele traria tudo em FLAC.
    Mas agora vejo que que ele aproveita um torrente, com bitrate entre 192-320 e acrescenta os discos que faltam (provavelmente em flac).
    Há uma diferença muito gde entre o que a gente pretende/tem vontade de fazer e o que conseguimos entregar.
    Eu tenho postado a discografia do Steve Marriott, faltando 1 ou 2 (que tenho na prateleira) em pedaços.
    Eu por mais de uma vez, tentei organizar tudo, pra levantar a discografia completa (small, humble e solo), escaneando todos os encartes dos meus originais, etc, mas desisto.
    Desisto pelos motivos que muitos sofrem: falta de tempo. Mas também por culpa de mtas reclamações, inclusive de que eu deveria postar em 320 ou flac.
    De qq forma, valeu a iniciativa.
    abraço ao WS e aos Valvulados

    ResponderExcluir
  4. Eu sou supeito e nem tenho "moral" pra falar nada, pois ponho tudo em apenas @192.
    Mas depois daquela discussão sobre mp3/flac, qualidade de som, etc e qdo eu li que o WS se dispôs a fazer um post do Anthony Phillips eu apostei comigo mesmo que ele traria tudo em FLAC.
    Mas agora vejo que que ele aproveita um torrente, com bitrate entre 192-320 e acrescenta os discos que faltam (provavelmente em flac).
    Há uma diferença muito gde entre o que a gente pretende/tem vontade de fazer e o que conseguimos entregar.
    Eu tenho postado a discografia do Steve Marriott, faltando 1 ou 2 (que tenho na prateleira) em pedaços.
    Eu por mais de uma vez, tentei organizar tudo, pra levantar a discografia completa (small, humble e solo), escaneando todos os encartes dos meus originais, etc, mas desisto.
    Desisto pelos motivos que muitos sofrem: falta de tempo. Mas também por culpa de mtas reclamações, inclusive de que eu deveria postar em 320 ou flac.
    De qq forma, valeu a iniciativa.
    abraço ao WS e aos Valvulados

    ResponderExcluir

  5. Caro OGS, obrigado por comparecer.
    Este tema FLAC-MP3 ainda vai dar muito o que falar.
    Veja este texto muito bacana:
    Som: entre a fidelidade e a nostalgia ( http://portrasdavitrola.blogspot.com.br/2013/10/som-entre-fidelidade-e-nostalgia.html )...

    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Valvulado, eu já tinha lido esse texto semana passada.
    Eu não discuto isso, tanto que sequer dei pitaco naquele momento.
    E cada um faz como acha melhor. Só acho que se eu vier aqui e te der umas dicas de como fazer melhor, eu tb tenho que fazer na oportunidade que me derem. Isso em tudo na vida.
    Em resumo. Muito que reclamam (embora saiba que o WS não reclamou, apenas sugeriu flac) qdo chega a sua vez de fazer, fazem pior.
    Semana passada me apareceu um "reclamando" que o arquivo estava em 192. Eu falei pra ele que qdo ele achasse melhor, para me avisar. Mas qdo vc vai no blog do reclamão, vc acha arquivos em 160.
    Então, como disse anteriormente, não tenho "moral" pra falar desse assunto, embora pudesse colocar tudo em 320 , se fosse essa a minha intenção. O escopo do meu blogueto não é esse.
    Eu não tô aqui pra criticar, nem reclamar. E antes que me xinguem, tb não vim para baixar.
    Só fiz um desabafo/constatação de que fazer é menos fácil do que pedir.
    Abraços, Fiquem na Paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala OGS...
      O texto fala uma coisa interessante... O quanto do som vc percebe melhor... fiz um testes aqui em casa, com minha humilde aparelhagem, e notei qiue o FLAC é mais potente, mas para mim, é só isso. Posso ouvir o som mais alto, e nas alturas, com uma nitidez maior... Na altura/volume que ouço, não notei grandes diferenças... Mas tá valendo... Não tem como passar minha coleção para FLAC (talvez nem 320), e continuo com os 160-192... de 200 acessos tem uma ou duas reclamações...
      Mas vamos em frente!
      um grande abraço

      Excluir
  7. Olá, amigos do Valvulado.....

    A satisfação e realização de ter um post do Anthony Phillips publicado,
    é muito grande!!!
    Este músico completo e virtuoso irá agradar a todos os amantes da
    verdadeira MÙSICA!

    Para "evitar o stress" por estas bandas TODOS os álbum estão no
    formato mp3, num bit-rate variável entre 192~320KBps.

    Sugiro para os iniciantes os 2 primeiros álbuns, The Geese & The Ghost (1977), Wise After The Event (1978), além de Gypsy Suite (1995)!

    Apenas gostaria de "alertar" a todos os amigos, que a função
    deste post é APENAS a de "homenagear" este grande instrumentista.
    Se você não conhece, ou tem dúvidas a respeito da realização deste
    "longo" download, sugiro fortemente que inicialmente aprecie os vídeos do
    YOUTUBE, postados acima e ouçam a sensibilidade de
    (cantada pelo então GRANDE Phil Collins!) de:


    Which Way The Wind Blows (Written in 1970)

    Look, see how the world goes round,
    Look, see how the day goes on,
    You, it won't stop to help you
    Me, it won't stop to help me.
    All the time a wind is blowing
    Where it's blowing next we don't know...

    Look, some spend their days in slumber,
    Look, someone is weary toiling,
    Home, be my guest and come back home.
    Come, you'll be better off at home.
    All the time someone is dying,
    Where he's dying next we don't know...

    I sit in the sunset
    Watching God's evening,
    Receding so gently now
    Into the Westlands.
    I think I'm at peace now
    But of nothing am I certain
    Only which way will the wind blow next time?

    You, you might never have been saved
    Ah, well you might not have been so brave,
    Time would have shown the parting waves
    And you slipping under Autumn's gaze
    And now I know that nothing is what it ever seems.

    I sit in the sunset
    Watching God's evening,
    Receding so gently now
    Into the Westlands.
    I think I'm at peace now
    But of nothing am I certain
    Only which way will the wind blow next time?
    Lyrics written by Anthony Phillips


    William Shakespeare

    "hoje, excepcionalmente, deixo a
    música de A Phillips falar por mim!"

    ResponderExcluir
  8. Camaradas, sou um aficionado por Genesis, e nesta condição, assim que o meu momento Hard Rock passar, tenho que ouvir esses trabalhos do Anthony Philips de quem sempre li diversos elogios, assim como tenho que conhecer os trabalhos de Cris Squire e Jon Anderson.

    Estou meio por fora dos assuntos debatidos por vocês, mas aos poucos eu devo conseguir pegar o fio da meada. Espero que o papo esteja fértil!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grabde Luciano... que bom tê-lo de volta... O mês de setembro foi atribulado, mas a poeira está começando a baixar. Aos poucos vamos nos inteirando das novidades...
      um grande abraço

      Excluir
  9. Prezados companheiros do Valvulado(colaboradores e visitantes), meu cordial bom dia!

    O genial William Shakespeare criou igualmente um post genial, de um dos maiores gênios musicais do mundo do rock, Anthony Phillips.

    O considero tecladista, guitarrista(mais violonista que guitarrista), compositor, arranjador. E ainda é letrista e (bom) cantor.
    Um músico como poucos. Como já foi falado aqui, eclético. Gravou disco eletrônico. Audaciosamente , gravou discos em que escutamos apenas piano... Pra mim, ele só pisou na bola ao gravar o "Invisible Man", que não condiz com a sua postura de músico genial e independente.

    É preciso ter muita coragem para não se apresentar ao vivo. Através de shows que os músicos faturam muito.
    Mas, o grande Anthony Phillips não ama o dinheiro, ama a música!

    Peço perdão à equipe do Valvulado por minha crítica ao Pat Metheny(eu exagerei!).

    A todos um ótimo domingo e uma promissora semana!

    "Três coisas agradam a todo o mundo: gentileza, frugalidade e humildade. Pois os gentis podem ser corajosos, os frugais podem ser liberais e os humildes podem ser condutores de homens."
    Textos Taoístas

    Perder a vergonha e a moral , sim, perder a gentileza, jamais!(Gigante Gentil)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gentil, não precisa se desculpar. Sua opinião musical é importantíssima aqui, e por isso perguntei seus principais discos, Fique a vontade, peça o som que quiser e se quiser contribuir, avise...Todos que gostam de música, tem muito a contribuir. Confesso que não conhecia Anthony Phillips e agora tenho quase todo seu som e uma boa análise de sua obra... E é isto que gosto de ver no blog, todo esse conhecimento musical sendo posto a prova, juntando, debatendo, cedendo e, o mais importante adicionando e aprendendo. Houve uma época (não muito tempo atrás), que os comments eram mais interessantes que o post, e a música era apenas um motivo, o pano de fundo (sem citar ninguém)...
      Abraços cara, e por favor, se expresse, critique, elogie e nos ajude a construir um blog melhor!

      Bom domingão para vc também

      Excluir
    2. Realmente, Gentle Giant.....o álbum "Invisible Man" é um trabalho menor deste mestre!

      Envolvido, ou sufocado, pela onda tecno-pop, criou algo muito aquém de sua capacidade!!!

      Em contra partida, se existir música no Céu, terá em TARKA seu Hino Oficial!!

      Obrigado pelos elogios, é muito bom encontrar pessoas inteligentes, que sabem reconhecer a obra deste MESTRE!

      "O destino é quem embaralha as cartas, mas somos nós quem a jogamos."
      William Shakespeare

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...