quarta-feira, 19 de março de 2014

Tomorrow's Gift



Atendendo a pedidos...

Tomorrow's Gift era uma banda alemã que tocava blues e soul-rock e no final da década de sessenta abandonaram a música progressiva, mas permaneceram fiéis às suas raízes. Com o vocal feminino marcante de Ellen Meyer na primeira fase, os integrantes da banda foram: Carlo Karges (guitarra , percussão), Manfred Rürup (órgão) , Wolfgang Trescher (flauta) , Bernd Kiefer (baixo) e Olaf Casalich (bateria) . Casalich foi substituído por Gerd Paetzke . Essa foi realmente uma banda de talentos promissores, já que três dos membros ainda adolescentes. Seu álbum duplo homônimo tinha um som típico progressivo vintage. Havia faixas longas e poderosas com muita guitarra , órgão, flauta e tambor solos, os vocais de Ellen Meyer chegaram a ser comparados aos de Janis Joplin (exagero, vai!). A produção, cortesia de Jochen Petersen (Ikarus), era simples. Alguns consideram que deveria ter editado o material para um único álbum (do que discordo!). Importante considerar que há material mais do que suficiente ao vivo para um álbum, gravado em dois festivais, 'Pop & Blues Festival '70' e 'Love and Peace' . O primeiro tinha uma versão de 20 minutos de Donovan "Season of the Witch", re-intitulado "Sound of Which", intercaladas com peças instrumentais longas. Ainda assim, é uma boa amostra de seu som ao vivo cru. Este último festival teve outra faixa de 20 minutos: "At The Earth/Indian Rope Man" e "Begin Of A New Sound", mais curta . Os dois shows foram gravados antes de seu álbum de estreia.


O quinteto se dividiu em 1971, mas Manfred Rürup e Bernd Kiefer (baixo) mantiveram a banda tocando. Eles recrutaram "Zabba" Lindner (batera) de Sphinx Tush e gravou "Goodbye Future" (1972 ), como um trio, uma clara ironia, considerando o nome da banda. Este álbum foi considerado tecnicamente melhor, já que a engenharia e produção foram assumidos por Konrad Plank. O som de Tomorrow's Gift mudou completamente e tendia para instrumental jazz-rock com teclado e baixo enérgicos. É verdade que foi um álbum bem variado: Canterbury de influência jazz-rock com peças improvisadas de free jazz (pode-se comparar ao primeiro álbum de Annexus Quam), alguns toques Zappeanos e piadas musicais. O álbum só foi lançado depois de um ano após as gravações estarem concluídas. Então, finalmente Spiegelei / Aamok o lançou. Em janeiro de 1973, o guitarrista Uli Trepte se juntou a eles, antes de Guru Guru, com quem se apresentaram ao vivo. Meio ano depois, Trepte saiu e foi substituído pelo saxofonista e clarinetista Norbert Jacobsen. Este novo quarteto mudou seu nome para Release Music Orchestra e gravou cinco álbuns para o Brain. O guitarrista original Carlo Karges trabalhou mais tarde com grupos bem diferentes como Novalis, Extrabreit e Nena. Ele também tocou como convidado para a Release Music Orchestra no álbum 'Get The Ball' (1976). Manfred Rürup mais tarde gravou com Carsten Bohn's Bandstand, Elephant e Inga Rumpf.


Baseado em Cosmic Dreams at Play - A guide to German Progressive and Electronic Rock by Dag Erik Asbjørnsen, Borderline Productions, ISBN 1-899855-01-7


Palhinha:







10 comentários:

  1. Putz... surpreso... Today's Gift do Valvulado. Cacei isso na net igual brasileiro honesto caça político honesto... não encontrei.

    O MEGA é mega rápido. hehehe
    Só não concordo com a comparação com a Janis Joplin, e há quem a compare a Ellen Meyer à Inga, do Frumpy.
    Ellen é melhor.
    No principio, havia Pato Donald... da sua figura, originou Ellen Meyer... mais tarde, nasceu Geedy Lee.

    Agradeço de coração, Valvulado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande Pateta, porque não pediu antes?
      Aliás, o que não acharem por aí, podemos ajudar a procurar.
      Valeu! Abraço

      Excluir
    2. Não sou pateta, mas sou retardado, oportunista e interesseiro, assim, vou aproveitar da situação hehe. O que tenho em comum com o Pateta, é que sou cachorro , sedento pelo download do Wish You Were Here do Pink Floyd com o violino solo.
      Tem como arrumar?
      Abraços do Pluto

      Excluir
    3. Pateta, este é um post polêmico, pois pode despertar a fúria do DCMA e podemos ter o risco do blog apagado. Envie um email e podemos fazer uma manobra radical...
      abs

      Excluir
    4. Enviei o email mas não obtive resposta. O que quero mesmo é o Wish You Were Here com violino solo. Já é o bastante.
      Brigado
      Abraços do Pluto

      Excluir
  2. Po, Valvulado!!!! Retornou com tudo! Valeu mermão...

    ResponderExcluir
  3. Pateta, graças ao Geddy Lee, o Valvulado trouxe o Tomorrow's Gift. Sonzaço!!!!
    Abs

    ResponderExcluir
  4. Thanx a lot to this blog. Great music!

    ResponderExcluir
  5. Both links are just fine. Thanks Brothers!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...