sábado, 16 de fevereiro de 2013

Progressive Rock III


O Rock Progressivo se iniciou no final dos anos 60. Estimuladas pelo movimento psicodélico, algumas bandas passaram a fazer músicas mais experimentais, mais complexas, mais obscuras. Bandas como Yes, Pink Floyd, Genesis se iniciaram nesta época e atingiram seu auge, sua maturidade na década seguinte, produzindo verdadeiras obras primas, consolidando o gênero e atraindo uma multidão de fãs. Na minha modesta opinião (não sou um entendido), as músicas que mais refletiram o que foi o Rock Progressivo e que se tornaram mais famosas foram: "Roundabout" do Yes, "Karn Evil 9"(principalmente a 1st impression, pois a 2nd e 3rd impression são solo de piano e bateria.), "The Knife" do Genesis, "Proclamation" do Gentle Giant, "Echoes" do Pink Floyd, "Aqualung" do Jethro Tull e "21st Century Schizoid Man" do King Crimson.


Na década de 80, o Rock Progressivo traz novas bandas, chamadas de Neoprogressivo. Os melhores representantes desta época são Marillion, Pallas e Saga. (Já postados em Rock Progressivo II e Marillion ). O Marillion em sua primeira fase (com Fish), lembra muito Genesis com Peter Gabriel. O som é mais pesado e as letras são simplesmente fantásticas.



Nos anos 1990 outras bandas começaram a reviver o estilo com a chamada third wave, composta por bandas como os suecos The Flower Kings, os ingleses Porcupine Tree, os escandinávo e os americanos Spock's Beard e Echolyn, que incorporaram o rock progressivo no seu estilo único e eclético. apesar de não soar igual, tais bandas estão muito relacionadas com os artistas da década de 1970, considerados por alguns inclusive uma fase retrô do estilo.
Enquanto isso (da metade da década de 1980 em diante para ser mais exato), estava havendo o surgimento do metal progressivo, um estilo comercialmente bem sucedido que uniu vários elementos do rock progressivo ao heavy metal. Isso trouxe para o estilo uma maior técnica, fruto de uma aprendizagem acadêmica, capacitando-as a explorar músicas longas e álbuns conceituais. Bandas do estilo incluem Dream Theater, Fates Warning, Tool, Symphony X, Queensrÿche (Estados Unidos), Ayreon (Países Baixos), Opeth, Pain of Salvation, Ark, A.C.T (Suécia), Spiral Architect, Circus Maximus, Conception(Noruega), e no Brasil, o Mindflow. Bandas da década de 1970 frequentemente citadas como referência para o metal progressivo coincidem com as mais bem sucedidas, tais como Yes, Rush, Pink Floyd e Genesis.
No trabalho de grupos contemporâneos como os Radiohead e bandas post rock como Sigur Rós e Godspeed You! Black Emperor, estão presentes alguns dos elementos experimentais do rock progressivo. Entre os músicos mais experimentalistas e de vanguarda, o compositor japonês Takashi Yoshimatsu cita o rock progressivo como sendo a sua primeira influência.
Na última década e meia surgiram, no mundo inteiro, vários festivais dedicados ao género. Como exemplo cite-se o prestigiado festival português Gouveia art rock que se realiza desde 2003 e é já considerado um evento de referência em todo o mundo.



Seguem algumas bandas de Progressivo, Neo progressivo, Metal Progressivo e etc... Às vezes me perco nestas classificações e resumo tudo a uma sonzeira muito boa... Espero que gostem!!!!

Ayreon is a musical project by Dutch songwriter, singer, multi-instrumentalist musician and record producer Arjen Anthony Lucassen. Ayreon's music is mostly heavy metal and progressive rock but combines them with genres like folk, classical and electronica. The majority of Ayreon's albums are dubbed "rock operas" because the albums contain complex storylines featuring a host of characters, usually with each one being represented by a unique vocalist.

Ayreon's music is characterized by the use of traditional instruments in rock music (guitars, bass guitar, drums, analogue synthesizers, electric organs) mixed with instruments more native to folk and classical music (e.g. mandolins, violins, violas, celli, flutes, sitars and didgeridoo). Lucassen writes the music and the lyrics, sings and plays most of the instruments on all of the Ayreon albums, alongside many guest musicians. His most regular collaborator is drummer Ed Warby.







Dream Theater é uma banda de metal progressivo oriunda dos Estados Unidos e formada em meados dos anos 80. Tornaram-se numa das bandas do movimento progressivo mais bem sucedidas desde o auge do rock progressivo em meados dos anos 70. 

Dream Theater também é conhecido por sua versatilidade em estilos musicais, o que tornou possível à banda entrar em turnê com diversas bandas, que incluem Iron Maiden, Joe Satriani, Marillion, Kansas, In Flames, Pain of Salvation, Porcupine Tree, Queensrÿche, Fear Factory, Enchant e Symphony X.
Neste ábum (bootleg), em algumas músicas, há a participação de Steve Howe (Yes).







Opeth é uma banda sueca de Progressive Metal de Estocolmo. Enquanto seu estilo é enraizado no death metal escandinavo, Opeth tem consistentemente incorporado influências de folk, jazz e blues dentro de suas composições geralmente longas. Muitas composições incluem interlúdios de violão e fortes dinâmicas, bem como ambos vocais gutural e limpo. Um som diferente, e muito bom, para agradar os véios e os novos.








Porcupine Tree é uma banda britânica formada em Hemel Hempstead, Hertfordshire, Inglaterra. É o projeto musical de maior sucesso e projeção do músico Steven Wilson, como evidenciado pela popularidade da banda. É constituída por uma mistura de rock progressivo, rock psicadélico, experimentalismo avant garde e heavy metal. Apesar disso, o vocalista Steven Wilson não possui a mesma opinião. Ele cita que a música de sua banda é muito simples, sem elementos complexos. A complexidade está na produção, na maneira como os álbuns são construídos.




Tool is an American rock band from Los Angeles, California. Formed in 1990, the group's line-up has included drummer Danny Carey, guitarist Adam Jones, and vocalist Maynard James Keenan. Since 1995, Justin Chancellor has been the band's bassist, replacing their original bassist Paul D'Amour. Tool has won three Grammy Awards, performed worldwide tours, and produced albums topping the charts in several countries.
The band emerged with a heavy metal sound on their first studio album, Undertow (1993), and later became a dominant act in the alternative metal movement with the release of their second effort, Ænima, in 1996. Their efforts to unify musical experimentation, visual arts, and a message of personal evolution continued with Lateralus (2001) and the most recent album, 10,000 Days (2006), gaining the band critical acclaim and commercial success around the world.
Due to Tool's incorporation of visual arts and very long and complex releases, the band is generally described as a style-transcending act and part of progressive rock, psychedelic rock and art rock. The relationship between the band and today's music industry is ambivalent, at times marked by censorship and the band members' insistence on privacy.


E para reverenciar o passado, os grandes influemciadores/criadores do Rock Progressivo, uma banda clássica:




BANZAI


Visite também e compare:

Rock Progressivo I

Rock Progressivo II

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...