sexta-feira, 28 de abril de 2017

ARION Symphonic Prog • Brazil


ARION is a progressive band from Brazil with strong influences from classic 70's bands like Yes, ELP and Renaissance. With musicians raised on a musical background of classical, jazz and Brazilian music, these elements also were incorporated in their sound as well. Calling themselves initially Magma, the group started in 1993, at the university town of Viçosa. Things started to get in shape when classical trained singer Tania Braz joined them. In 2000, after some touring, they signed with the Progressive Rock Worldwide label. Their self- titled CD was released in July 2001. It was highly praised by all who heard it, and it was subsequently being sold in some European countries as well as in Japan and the USA. In 2002 they opened for Dutch prog legends Focus, when they toured Brazil.

The CD contains six compositions by band members and one by a friend. Keyboard player Sérgio Paolucci is clearly the biggest proghead of them: his "Eyes Of Time" and "Land Of Dreams" are straightforward prog pieces, while Tânia Braz's "True :Love" and "Everyway" have a strong Brazilian influence. Bassist Carlos Linhares's songs "Daybreak Child"and "Cosmic Touch" fall somewhere between his two bandmates' styles. Thyaga's "Natureza Mistica" is the only tune sung in Portuguese by its author, and it's the most distinctive song of the whole album, with its folky structure and New-Ageish lyrics - although the band members do a good prog arrangement by the middle section (Tânia and drummer Rosa providing harmonies).

Musically the first band that comes in mind is Renaissance, not only for the female singer (who often uses her voice as a leading instrument during instrumental breaks, in the same fashion as Annie Haslam), but also because the extensive use of the grand piano for keyboard solos. This is especially clear in "Cosmic Touch", where Paolucci plays a jazzy, very Dave Brubeck-like solo. But there is more in the formula, since drummer Nelson Rosa is more a jazz and Brazilian instrumentalist than a rocker. His rhythm patterns colour most of the songs with his skills, and this is especially clear on Tania's and Linhares's compositions. On the other hand, Luciano Soares is a creative guitarist whose solos are emotional and tasteful, very much in the vein of Steve Rothery and David Gilmour. Carlos Linhares is surely a bassist with a very strong Chris Squire influence, always filling all the blank spots with his fluid playing.



Thanks Magal

5 comentários:

  1. Boa noite,
    Esta banda é Brasileira, Falem não tenham medo que não vamos ficar mal,estas e outras merecem destaque
    neste blog é preciso fazer muito ruído,só assim algumas delas serão ouvidas e os seus discos comercializados.
    Cumprimentos
    Magal

    ResponderExcluir
  2. Valeu Valvulados, valeu Magal! E pegando seu gancho, existem muitas bandas brasileiras produzindo música de qualidade, com base em muito esforço e conhecimento, mas que não são promovidas em nosso país. Sem apoio, dependem de seu próprio esforço. Difícil entender os motivos de não serem propagadas e respeitadas por aqui. Talvez por se tratar de um som para ouvir e simplesmente curtir? Um som que não cola nenhum refrão pegajoso e vai além das três primeiras notas musicais? Não sei mesmo, mas minha fonte de descobertas de tudo que se produz no mundo e no Brasil, são os Blogs (aproveito para agradecer por mais esta!) e o Progarchives. Falando nisso, foi lá que descobri o trabalho do brasileiro Gustavo Santhiago que lançou seu primeiro CD, Ánimam, em 2016. Segue o link para conhecer uma amostra do trabalho dele: https://www.youtube.com/watch?v=kLuTKpvfWbw&list=PLQAwMSVN0E6iMq-d375q8gvaqXdzcmb2Y. Também o link da divulgação pelo Progarchives: http://www.progarchives.com/album.asp?id=52495
    Abraços a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Ricardo,
      Compreendo o teu desabafo mas somos só dois é preciso que as pessoas acordem, os músicos precisam
      de nos, mas nos precisamos mais deles e o blog serve para isso mesmo divulgar por as pessoas a falar partilhar conhecimentos.

      Já agora só para que conste tenho o link do Gustavo Santhiago por sinal muito bom se tiver interesse Mando

      Cumps

      Magal

      Excluir
    2. Bom dia, Magal,
      Muito obrigado pela disponibilidade, também tive acesso. E vamos seguir na trilha, divulgando e apoiando. Suas dicas são muito boas, valeu
      Abraços a todos

      Excluir
  3. Salve, Ricardo e Magal. Bom ver estas conversas voltando aqui nos blogs. A música continua a todo vapor, mas infelizmente os principais meios de comunicação divulgam apenas os ditos populares. Creio não haver uma rádio, ou um programa de TV que divulguem bandas obscuras, emergentes de qualidade. O som progressivo sempre foi marginal, e vi com bons olhos quando em meados da década de 80 saíram os Progs Pops, como o Asia (com Steve Howe e Carl Palmer), e o próprio YES com Owner of lonely hearts... Mas foi só uma tentativa.
    Os blogs hoje tem esta missão.
    Além de divulgar o que realmente gostamos de ouvir, gosto de pensar que abrimos espaço para alguém em algum lugar n mundo, vai ouvir um som de qualidade, diferente...
    Um grande abraço a vcs
    Véio
    PS: não sou muito de escrever em comentários mas não queria deixar passar este sem comentar.
    PS: Magal, muito obrigado por dividir suas coleções aqui no Valvulado.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...